Edital vai selecionar 105 projetos culturais para plataformas digitais no RN

A Fundação José Augusto lançou neste lançou neste sábado (18) o edital “Tô em casa e Tô na Rede”, que vai selecionar 105 iniciativas culturais apenas para as plataformas digitais, por conta do combate ao novo coronavírus. O investimento total é de R$ 199 mil.

Serão selecionados 53 projetos destinadas à Grande Natal e 52 premiações ao interior, com valores individuais de R$ 1,9 mil. As inscrições começam na segunda-feira (20) e vão até o dia 27 de abril.

Segundo a FJA, o edital é direcionado exclusivamente a artistas e agentes culturais residentes no RN, que vivam profissionalmente da atividade cultural e que não tenham fonte de renda fixa ou vínculo empregatício. Os artistas de circo estão dispensados da comprovação de residência fixa, “dada a natureza itinerante” da atividade, segundo a fundação.

“O edital atende a demanda emergencial de trabalhadores e trabalhadoras da cultura do RN que tiveram suas atividades paralisadas em virtude da pandemia da Covid-19”, declarou o diretor geral da FJA, Crispiniano Neto.

As iniciativas precisam ser voltadas para as redes sociais ou plataformas digitais, como transmissões ao vivo, vídeos gravados ou mídias de áudio destinadas para plataformas de streaming (podcasts. audiobooks, audioaulas e entrevistas). Todos os conteúdos selecionados terão acesso gratuito na internet.

Poderão ser inscritos ainda projetos de linguagens como música, artes cênicas, artes visuais, audiovisual, literatura, repente (incluindo-se cantoria de viola, aboio improvisado e coco embolado), além de outras expressões da cultura popular.

Os candidatos podem sugerir shows, espetáculos, recitais, seminários, oficinas, bate-papos, videoaulas, leituras dramáticas e outras possibilidades.

%d blogueiros gostam disto: