Vigilantes da Garra vão à luta e aprovam greve.

No fim da tarde deste sábado (09/01) o SINDSEGUR realizou uma Assembleia com os vigilantes da empresa Garra, que até o momento não pagou o 13º salário nem o mês de dezembro.

Na ocasião a direção do sindicato discutiu junto com os trabalhadores um plano de lutas e encaminhou a votação da greve que foi aprovada por unanimidade.

O coordenador geral do SINDSEGUR, Francisco Benedito (Bené), explica que “o objetivo da paralisação é para que a empresa deixe de ser irresponsável e pague os salários dos trabalhadores”. Por isso, a partir desta segunda-feira, dia 11, serão paralisados os postos de vigilância dos hospitais Walfredo Gurgel, João Machado, Giselda Trigueiro e Santa Catarina. Além das demais unidades de saúde ligadas à Secretaria Estadual de Saúde em Natal e interior do estado. Na próxima quinta (14) também serão paralisados os postos de vigilância das maternidades Januário Cicco (Natal) e Anna Bezerra (Santa Cruz), bem como no hospital Onofre Lopes.

Bené afirma que “agora é paralisação e, no prazo de 48 horas, começa a greve de forma firme e forte enquanto a Garra Vigilância não cumprir todos os seus compromissos com os vigilantes e pagar os salários referentes ao mês de dezembro e 13º, além de férias atrasadas. 

Então, a gente pede a cada companheiro que se organize, porque essa empresa não tem compromisso com os trabalhadores, por isso o sindicato junto com a categoria vai dar a resposta que é uma grande greve”. Ele denuncia que foram esgotadas as negociações porque a empresa não tem diálogo com a categoria.

Vamos dar um basta à ganância dos empresários da Garra Vigilância, que usam os salários devidos aos trabalhadores para aumentar seus fabulosos lucros. Desse modo aumentam cada vez mais suas riquezas à custa do sacrifício de muitas famílias.

Para o SINDSEGUR a única maneira de combater toda forma de opressão e exploração é a luta. Venha fortalecer as paralisações e a greve. Juntos somo fortes, porque os vencidos de hoje são os vencedores de amanhã. Jamais seremos vencidos!

Fonte: Blog Sindsegur.org.br
%d blogueiros gostam disto: