Ufersa adquire cadeiras motorizadas para os 4 campi

Cadeira-Motorizada-e1520001009445A Ufersa, por meio da Coordenação de Ações Afirmativas, Diversidade e Inclusão Social, a Caadis, adquiriu 4 cadeiras motorizadas para alunos e servidores cadeirantes ou que tenham mobilidade reduzida. Os equipamentos chegaram essa semana e já começaram ser testados. O objetivo é dotar todos os campi com uma cadeira dessa.

Na avaliação inicial, realizada pela própria equipe da Caadis, as cadeiras tiveram um bom desempenho circulando sobre o asfalto, sobre o calçamento e sobre as rampas dos prédios. Pelas informações da fabricante, as cadeiras suportam até 140 kg e podem atingir 12 km/h. A bateria tem autonomia de até 3 dias e o assento é giratório para facilitar a entrada e saída do usuário.

Com design moderno, as novas cadeiras faz parte dos investimentos que a Ufersa vem fazendo na área da acessibilidade. O Reitor, o professor José de Arimatea de Matos, aprovou as novas cadeiras enfatizando que a Ufersa está ficando cada vez mais acessível.

A Coordenadora da Caadis, a professora Luciana Mafra, destacou que os equipamentos ficarão sob a responsabilidade de servidores da Universidade e estarão disponíveis a todos que necessitarem do equipamento dentro dos campi da Ufersa. A Coordenadora também relatou que são poucas as instituições potiguares que têm cadeiras motorizadas a disposição. Após os testes, a expectativa é que as cadeiras sejam transportadas até a primeira quinzena de março para os campi de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros.

Além das cadeiras motorizadas, a Ufersa vem investindo na aquisição de outros equipamentos e obras de acessibilidade. De acordo com a Superintendência de Infraestrutura, a Ufersa ganhará 260 placas de sinalização de banheiros acessíveis; 2500 placas de identificação tátil e em braile para todas as salas dos prédios; 280 placas de sinalização vertical de vagas de estacionamento específicas para gestantes, deficientes físicos, idosos; instalação de mapas táteis nos principais prédios dos campi; alarme sonoro e visual de emergência nos banheiros; bancos articulados para banheiros; barras de lavatório, portas e vasos sanitários acessíveis, mictórios; instalação de piso tátil de alerta e direcional nas áreas internas e externas dos principais prédios de todos os campi; e a instalação de corrimão duplo para escadas e rampas nos principais prédios.

Assecom/Ufersa;

%d blogueiros gostam disto: