Secretaria suspende visitas íntimas a presos do RN após assassinato de agente penitenciário

mulheres-750x563A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) suspendeu nesta quarta-feira, 11, as visitas íntimas e sociais nos presídios do Rio Grande do Norte após a morte de um servidor e atentados a outros três agentes penitenciários. Nesta terça-feira, 10, o agente penitenciário Jefferson Bezerra de Lima, de 33 anos, foi baleado dentro da casa onde morava na zona Oeste da capital. Jefferson morreu quando estava a caminho do hospital.

Suspensão valerá por 30 dias, a portaria que normatiza a decisão está assinada pelo secretário Mauro Albuquerque Araújo, no texto o secretário diz que o assassinato do agente tem “características de execução pela função pública”. Araújo completa afirmando que os ataques seriam uma represália ao combate de grupos criminosos dentro dos presídios.

Outro fato que motivou a suspensão das visitas foi a tentativa de resgate de presos no CDP da Ribeira na última sexta-feira (6). Na ocasião cerca de 12 homens armados metralharam o portão do CDP, o resgate foi evitado por agentes penitenciários que reagiram a ação.

A Secretaria também declarou que as visitas estão sendo usadas para difundir informações entre presos e familiares facilitando a execução de ações externas das organizações criminosas que atuam no Estado. Outra justificativa da Sejuc é falta de infraestrutura no sistema prisional do RN.