Quadro da barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves é mais grave que em 2017

Mesmo com as chuvas que caíram no RN nos primeiros meses do ano, a situação da barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, localizada na região do Vale do Açu, o maior reservatório de água do estado, é grave.

Isso porque, segundo boletim divulgado em março, o reservatório está com apenas 11,81% de sua capacidade hídrica, ou seja, está com pouco mais de 283 milhões de metros cúbicos de água, quando seu volume total é de 2,4 bilhões m³.

A situação, inclusive, é mais grave que a do ano passado, aponta reportagem de Ciro Marques, publicada neste sábado 931) através do portal Agora RN.  

Em abril de 2017, segundo Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN (Igarn), o reservatório, situado no leito do rio Piranhas-Açu, entre os municípios de Assú, Itajá e São Rafael, tinha um volume de, aproximadamente, 18,9%, com mais de 453 milhões m³.

A situação foi piorando com o passar dos meses, por conta da ausência de chuvas na região e, em janeiro, a barragem possuía um volume de menos de 11,4%.

Em fevereiro, a situação piorou ainda mais e a barragem caiu para menos de 11% – seu pior nível em um ano.

Em março, com a retomada das chuvas, o nível melhorou pouco menos que 1%.

Contudo, ainda requer cuidados e economia de água por parte da população, conforme alerta o Igarn.

Fonte: Blog Pauta Aberta;

%d blogueiros gostam disto: