Populares através das redes sociais reclamam dos altos preços cobrados e da demora da atração principal na festa do padroeiro no último sábado em Angicos

Através de depoimentos diversos de populares nas redes
sociais Facebook e Whatsapp o nosso blog pôde acompanhar uma serie de
reclamações proferidas em desfavor dos organizadores da festa privada do
padroeiro São José que aconteceu no clube municipal de Angicos neste último sábado
(19).
As maiores reclamações as quais podemos visualizar se
direcionam aos preços cobrados desde a entrada da festa até aos serviços
cobrados dentro do recinto do clube municipal.
De acordo com as reclamações a entrada da festa na hora
do evento estaria custando 50 reais, enquanto que para ter acesso a parte do
clube chamada de front stage, que é um ambiente privativo onde as pessoas ficam
mais próximos ao palco onde os shows musicais acontecem custava 80 reais.
Outra reclamação que vimos nas redes sociais diz respeito
aos serviços que eram oferecidos dentro do clube municipal, como por exemplo,
um pacote de gelo que custava 8 reais.
Por ser uma festa de padroeiro, onde as pessoas se reúnem
para curtir a festa como também para se reencontrarem esperava-se que fosse
cobrado um preço mais acessível tendo em vista que 2 das 3 atrações que se
apresentaram nos shows musicais eram da cidade, a Banda Resenha e o Forró Pode
Balançar.
Por fim as reclamações se direcionam a atração principal
do evento que foi o cantor de forró Mano Walter, de acordo com as reclamações este
chegou ao clube municipal de Angicos por volta de 5 horas  e 20 minutos da manhã para iniciar
sua apresentação e que esta teria se encerrado as 6 e 30 da manhã, ou seja,
tocou apenas 1 hora e 10 minutos.
Como nossa redação não foi ao evento, deixamos aqui nesse
espaço jornalístico o canal aberto para que se o senhor conhecido por “Canindé
Moral” proprietário da empresa Cia Promoções e Eventos que promoveu a festa
caso queira apresentar algum tipo de justificativa que nos procure que
estaremos à disposição.
Para encerrar queremos salientar que a Paróquia de São
José dos Angicos nada tinha haver com o evento festivo realizado no clube municipal no último 
sábado (19), os direitos autorais
para que fosse utilizado o nome do padroeiro São José na referida festa foi
vendido a empresa Cia Promoções e Eventos pelo valor de 8 mil reais, segundo
nos informou o Pároco Padre Severino Neto em entrevista concedida aos veículos de
comunicação local no dia 05 de Março. 
%d blogueiros gostam disto: