O que as provas de Ciências Humanas e de Linguagens pediram as candidatos no 1º dia do ENEM 2018

'A conquista da América - a questão do outro', obra do filósofo russo Tzvetan Todorov — Foto: Reprodução

Ciências humanas

O filósofo e teólogo Santo Agostinho também caiu no Enem 2018, assim como um trecho da série literária ‘O tempo e o vento’, do escritor Érico Veríssimo, inspirando uma questão sobre a Primeira República e a obra do filósofo búlgaro Tzvetan Todorov sobre a conquista da América.

Linguagens

A prova de linguagens teve questões sobre o feminismo e a violência contra a mulher, a declaração universal dos direitos humanos, racismo e o hino nacional.

O feminismo e a violência contra a mulher apareceu duas vezes na prova. Em um primeiro momento, a questão mostrava uma manifestação de 23 candidatas do Miss Peru 2017 que, em vez de usarem cartazes para destacar suas qualidades físicas, mostraram casos de abuso sexual e feminicídio. O aluno deveria indicar o que ele identificava como violência contra a mulher no texto apresentado.

Em um segundo momento, o tema apareceu em uma questão que mostrava um cartaz de uma campanha de 2017, feita em Porto Alegre (RS), para divulgar um número de denúncia de violência contra a mulher. A partir deste cartaz, o aluno teria que falar qual o modo interativo que indica o comportamento dos usuários a partir desta campanha.

Os 70 anos da declaração universal dos direitos humanos foi abordado em uma entrevista que citava os objetivos da agenda 2030. O estudante tinha que identificar quais eram estes objetivos.

O racismo foi abordado em um texto sobre a estética de beleza e o racismo envolvendo negros. Em um texto que falava sobre a estética de beleza de homens e mulheres negros era preciso identificar onde estava o racismo.

O Hino Nacional foi usado para cobrar do aluno qual a norma padrão usada em um trecho da letra.

%d blogueiros gostam disto: