Intensificação da estiagem leva Caern a ampliar rodízio em cidades atendidas pela adutora Sertão Central Cabugi entre elas, Angicos. Ponto onde a água é retirada está baixando em ritmo acelerado.

Com a intensificação da escassez das fontes para
captação de água no estado, a Companhia de Águas e Esgotos do 
Rio Grande do Norte (Caern) decidiu ampliar o rodízio
de abastecimento nas cidades abastecidas pela adutora Sertão Central Cabugi.

Os municípios atendidos pela adutora são Angicos,
Caiçara do Rio do Vento, Fernando Pedrosa, Jardim de Angicos, Lajes, Pedra
Preta, Pedro Avelino, Riachuelo, além das comunidades rurais de São Miguel,
Riacho do Feijão, Rio Velho, Riacho do Prado, Santa Maria, Mulungu, Tapuia, São
José da Passagem, Residência, dentre outras localizadas ao longo da adutora.

A adutora recebe água da Barragem Armando Ribeiro
Gonçalves, contudo a captação da água é feita através do Canal do Pataxó. A
Caern informou que o nível de onde a água é retirada está baixando em ritmo
acelerado e caso não haja uma redução no consumo, a água disponível só será
suficiente para pouco mais de um mês.
Aqui
em Angicos o sistema de “rodízio” funcionará da seguinte maneira:
No 1º dia – Serão abastecidos; Centro, Monsenhor Pinto, Dom Tavares e
Alto da Alegria;
2º dia – Serão abastecidos; Alto da Esperança, Alto do Triângulo,
Prefeito Jaime Batista e Prefeita Zélia Alves.

NOTA DO BLOG: Por enquanto estamos falando
através dos técnicos da CAERN apenas em RODIZIO,
o que significa fornecimento de água em dias alternados para os bairros da
cidade como vimos acima na matéria, no entanto, se a nossa população não tomar
atitudes responsáveis de economia de água poderemos entrar em fases mais
críticas como o racionamento, onde aí sim passaremos dias sem água no município
e, teremos que regressar ao tão famoso e temido “carro pipa”. Então, amigos, é
preciso que tenhamos essa consciência de econômica de água para não chorarmos
depois o leite derramado.
%d blogueiros gostam disto: