Grêmio domina Lanús na Argentina, vence com golaços e é tri da Libertadores

x73400662_Brazil27s-Gremio-soccer-team-celebrates-winning-the-Copa-Libertadores-championship-after.jpg.pagespeed.ic.7uhqJhFQ3tO Grêmio ganhou mais uma taça continental para a sua coleção. Na noite desta quarta-feira, o estádio do Lanús, da Argentina, conhecido como La Fortaleza, não conseguiu conter a força do tricolor gaúcho, que venceu por 2 a 1 com vantagem aberta ainda na primeira etapa. Foi o terceiro título da Libertadores do Grêmio, que conquistou o troféu em 1983 e 1995. Campeão na primeira vez como jogador, Renato Gaúcho entrou para a história do clube dessa vez como técnico da conquista. É a primeira vez que um brasileiro vence o torneio como jogador e treinador.

Com o título, a zona de classificação no Brasileiro para a Libertadores de 2018 foi ampliada. O G-7 virou G-8, beneficiando os times cariocas, que agora só dependem de si mesmos para garantir uma vaga na competição continental. Atual oitavo colocado do Brasileiro, com 52 pontos, o Botafogo se classificará caso mantenha sua posição. Com 53, Flamengo (6º) e Vasco (7º) passam a travar uma disputa direta pela fase de grupos —que o Botafogo tem remotas chances de alcançar. Apenas um deles poderá conseguir a classificação para os grupos pelo Brasileiro. Caso avance hoje à final da Sul-Americana e conquiste o torneio, o Flamengo terá direito automaticamente a uma vaga na fase de grupos. Neste caso, o Brasileiro terá uma zona de classificação para a Libertadores com os noves primeiros colocados.

Antes da partida em Lanús, jogadores dos dois times fizeram um minuto de silêncio em homenagem ao primeiro aniversário da tragédia com o voo da Chapecoense, na Colômbia. No estádio, cerca de 5 mil torcedores do Grêmio amenizavam a pressão criada pela torcida local. Mas o que fez diferença foi a atuação dos visitantes. A vitória de 1 a 0 na Arena do Grêmio, na semana anterior, não parecia satisfazer Renato Gaúcho. Desde o primeiro minuto, o time brasileiro adotou uma postura agressiva e esteve mais perto da área adversária.

Globo.com

%d blogueiros gostam disto: