Governo do RN abre nesta quarta-feira processo administrativo para investigar falha no sistema do DETRAN que expôs dados de 70 milhões de pessoas

Mesmo tendo corrigido a falha de segurança do sistema e bloqueado o acesso à vulnerabilidade do banco de dados de DETRANs de todo o país, a equipe de informática do órgão no Rio Grande do Norte já trabalha na apuração minuciosa do problema.

Nesta quarta-feira, de acordo com o secretário Coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, um procedimento administrativo será aberto pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social para investigar os danos e extensão do vazamento dos dados pessoais de pelo menos 70 milhões de usuários, entre eles, pessoas públicas e famosas como Xuxa, Wesley Safadão e até o presidente da República Jair Bolsonaro.

A denúncia partiu de um pesquisador de segurança da informação, que explorou a falha por aproximadamente três meses e descobriu, por meio de testes com variados números de CPFs gerados aleatoriamente, a falha que dava acesso ao banco de dados completo dos Detrans de todo o Brasil – que têm seus sistemas integrados e unificados. Por se tratar de um banco de dados de base nacional, era possível obter dados de qualquer pessoa.

BLOG DO FM

%d blogueiros gostam disto: