Fernando Pedroza: Secretário municipal de Saúde externa problemas com médicos cubanos

projeto

Não tem sido boa nem produtiva a convivência entre os médicos cubanos chegados à cidade de Fernando Pedroza, região Central do RN, por intermédio do programa Mais Médicos, do governo federal.


Esta é a conclusão óbvia a que se chega, a partir das declarações do secretário municipal de Saúde da cidade, enfermeiro Jackson Souza, apresentadas no noticiário da manhã deste sábado (30) da Rádio Princesa do Vale, em Assú.

“(…) Infelizmente a demanda [de pacientes] é demais e eles[médicos cubanos] não tão dando vencimento, porque só querem atender quinze pessoas, porque dizem que os protocolos de doenças possivelmente disseminadas pela dengue, já passa a ser urgência e emergência e, dentro da legislação, eles não podem fazer urgência e emergência. A gente sabe que é um problema de saúde pública, e aí a gente tá tendo uma luta muito grande, estamos conversando com eles mostrando a possibilidade que realmente tá dentro das políticas públicas. Já estamos entregando de volta o médico cubano porque não tá dando vencimento e nem está atendendo a população dignamente como é pra ser feito”, declarou Jackson Souza na entrevista.


Informações: Blog Pauta Aberta.

NOTA DO BLOG: Parabéns ao secretário de saúde de Fernando Pedrosa Jackson Souza pela atitude. Se não está atendendo bem a população devolve para onde ele veio. Esse governo federal é realmente um “samba do crioulo doido” como dizemos no popular. Esse programa mais médicos cujo objetivo é tão somente fazer média com o governo de cuba o qual tem “estreitas” relações com o partido da presidente Dilma. E ainda tem gente que reclama porque o programa não foi requisitado para Angicos. Pra que? pra acontecer isso daí? os profissionais cubanos sem querer atender a população a contento?