Empresário confirma que pediu que governador do RN intermediasse liberação de festa vetada pelos bombeiros

O empresário Ênio Sinedino, responsável pela festa que aconteceu no sábado (12) na Shock Casa Show, Zona Norte de Natal, confirmou que ligou para o governador Robinson Faria depois que o Corpo de Bombeiros começou a cobrar adequações para liberar a realização do evento. De acordo com Sinedino, a ligação aconteceu ainda na manhã de sábado, antes de o comandante da corporação interditar a casa de show. 

O coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior foi exonerado do comando dos Bombeiros nesta terça-feira (15). Ele disse que o motivo da exoneração foi a negativa dada a Robinson Faria sobre um pedido para autorizar que a festa acontecesse, mesmo sem cumprir as normas legais de segurança. O oficial disse que Faria ligou para ele e deu a ordem pessoalmente.

O governador, por sua vez, enviou nota em que nega qualquer intervenção no caso. A nota afirma que não houve qualquer pedido de Robinson Faria para descumprimento de competências legais por parte do comando do Corpo de Bombeiros. Na mesma nota, o governo alega que “a troca no comando do Corpo de Bombeiros foi meramente técnica, não tendo qualquer conexão com o suposto fato. A questão não foi de legalidade e sim de hierarquia”.

Ênio Sinedino falou com a Inter TV Cabugi nesta quarta (16) e disse que sua ligação para o governador foi para pedir que ele falasse com o coronel Monteiro. “Eu pedi para o governador falar para o comandante que a gente estava correndo atrás para resolver todas essas questões pendentes”, afirma.

G1.RN;

%d blogueiros gostam disto: