Em Fernando Pedrosa, Capitão Styvenson fala sobre drogas e da responsabilidade da família para combatê-la

DSCF3469Na tarde desta quarta feira, dia 03 de julho o Capitão da Policia Militar Styvenson Valentim que ficou conhecido na época em que fazia parte da operação lei seca que punia condutores de veículos que dirigiam sobre efeito de álcool, e que, agora está percorrendo escolas e cidades do estado falando sobre a importância de manter nossas crianças e jovens longe das drogas esteve na vizinha cidade de Fernando Pedrosa atendendo convite da Prefeita da cidade a Senhora Sandra Jaqueline.

O nosso blog esteve presente na cidade de Fernando Pedrosa mais precisamente no Centro Pastoral da Igreja Católica onde registrou a presença de um grande público entre estudantes, pais e autoridades policiais e politicas e de colegas da imprensa como o radialista Manoel Jerônimo. 

Aqui da cidade de Angicos o nosso blog registrou a presença do amigo e idealizador deste blog Junior Macedo da Terra Bit Informática junto ao empresário Rênio Medeiros.

Antes da dissertação do oficial o nosso blog registrou a bela apresentação da filarmônica municipal de Fernando Pedrosa sob o comando do Maestro Jorge Cruz que executou linda musicas do cancioneiro popular brasileiro.  

O Capitão Styvenson fez questão em sua fala de dizer que não é palestrante, e sim policial militar com muito orgulho há 15 anos estando agora ocupando a patente oficial de Capitão.  

Foi uma conversa muito proveitosa aonde demonstrando um conhecimento profundo na área de combate as drogas o oficial da policia militar procurou mostrar o que deve ser feito para livrar crianças e jovens do mundo das drogas antes que esses tenham os primeiros contatos como os ilícitos.

Styvenson fez questão de mencionar que a responsabilidade por afastar nossas crianças e adolescentes do mundo das drogas deve ser compartilhada pela família, pela escola e pela sociedade como um.

No entanto o Capitão fez questão de enfatizar que na família estão as principais ações que podem impedir que nossas crianças e adolescentes se envolvam com drogas ilícitas, atitude simples que vão desde uma orientação mais enérgica por parte dos pais, como observar com quem seu filho está tendo amizades, o horário que ele chega em casa, se está frequentando a escola e até controlar os excessos de mimos e da velho costume de fazer todo tipo de gosto a criança.

Foi uma tarde muito proveitosa para todos os participantes que puderam sentir e ter até contato com alguns tipos de drogas ilícitas que foram levadas a público pelo policial que a droga realmente é uma desgraça em nossas vidas e que deve ser combatida a todo custo para que você que tem filho pequeno ou adolescente não corra o risco de um dia vê-lo preso ou sendo sepultado.     DSCF3471

DSCF3450

DSCF3446

DSCF3467

DSCF3474

DSCF3473DSCF3459DSCF3456

%d blogueiros gostam disto: