Em 2019, período chuvoso no RN é o maior dos últimos 7 anos, diz Emparn

O Rio Grande do Norte registrou entre os meses de janeiro a maio aproximadamente 12% acima da média de chuvas dos últimos 7 anos, de acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn).

De acordo com a Emparn, a média esperada de chuvas para os primeiros cinco meses do ano era de 587 mm, mas foram registrados 658 milímetros.

Segundo Gilmar Bistrot, gerente de meteorologia da Emparn, o período chuvoso no litoral potiguar se estenderá até o mês de agosto. Ele aponta que entre 2012 a 2018 o período de chuvas entre janeiro a maio foi abaixo da média indicada pela instituição.

Ainda segundo ele, o ano de 2019 trouxe um período mais chuvoso para o Semiárido norte-rio-grandense graças a aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Em Natal, até agora o mês mais chuvoso do ano foi abril com a precipitação acumulada de 470,7 mm. Em seguida, o atual mês de junho já ocupa o segundo o lugar e até então registra o acumulo de 250,7 mm. No ano passado, durante todo o mês junho registrou 252,8 mm.

Na próxima sexta-feira, 21, inicia oficialmente o inverno no Brasil. Segundo o gerente da Emparn, o litoral do RN receberá chuvas regulares até o mês de agosto. Diante disso, Gilmar Bistrot deixa um alerta:

“Os prefeitos dos municípios do litoral têm que estar atentos às possibilidades de chuvas mais fortes. Os ventos com chuvas intensas podem causar diversos transtornos como inundações, alagamentos e nós sabemos que as cidades não têm estrutura física para receber tantas chuvas”, declara o meteorologista.

Portal Agora RN;

%d blogueiros gostam disto: