Dia marcante para Angicos: estudantes da Ufersa saem às ruas para clamar por segurança e contam com apoio da população


Cansados de
sofrer tantas represálias por parte dos meliantes que a todo tempo roubam os
seus pertences os alunos da Universidade Federal Rural do Semiárido – Ufersa
organizaram na manhã desta terça feira (19) um grande movimento reivindicatório
clamando por segurança em nossa cidade.

O protesto
foi encabeçado pelo Diretório Central dos Estudantes – DCE do campus da Ufersa
de Angicos que tem a frente o universitário Cleiton Araújo. Usando paredões de
som como meio de ampliar a sua indignação e gritando palavras de ordem como:
“Segurança e paz, nunca é demais” os estudantes partiram no protesto pacifico
da praça do cemitério público municipal e contou com ao apoio de técnicos,
professores e a direção da Ufersa, políticos locais, representantes sindicais e
alunos e docentes da Escola Estadual Professor Francisco Veras. 

Percorrendo
ruas e avenidas de nossa cidade empunhando faixas, cartazes e pintados com as
cores da bandeira do Brasil e com o vermelho que simboliza sangue os
universitários passaram em frente a pontos estratégicos como o fórum municipal,
sede do poder judiciário, a promotoria de justiça de Angicos, a câmara
municipal de vereadores, a prefeitura municipal de Angicos, finalizando no
pátio da igreja matriz de São José dos Angicos.

Onde passou
a movimentação chamou atenção dos angicanos que chegaram até a aplaudir a ação
desenvolvida pela comunidade acadêmica, pois, se os universitários estão
sentindo na pele a falta de segurança, a população angicana também têm a mesma
sensação.




Em conversa
com o diretor do Diretório Central dos Estudantes da Ufersa de Angicos Cleiton
Araújo o mesmo nos relatou que foi muito satisfatório o movimento. “Esperamos
agora que o nosso “grito de socorro” chegue até as autoridades estaduais
responsáveis pela segurança pública em nosso estado, não é possível que eles
vão esperar que algum universitário perca a vida para poder tomar uma providência”,
nos relatou o líder estudantil.

O evento
teve repercussão estadual, pois foi acompanhado pela Intertv Cabugi que inclusive exibiu na tarde desta terça feira (19) uma matéria sobre a falta de segurança em Angicos que tema afetado diretamente os alunos da Ufersa. Tivemos ainda a cobertura
do amigo Bruno Andrade através de um drone fazendo imagens áreas do movimento
em favor da segurança em Angicos. Esperamos que os objetivos de levar o
movimento ufersiano ao conhecimento de todo o RN via TV chegue ao conhecimento
do senhor governador Robinson Faria e consiga sensibiliza-lo de alguma forma a
fim de procurar resolver o problema. 














%d blogueiros gostam disto: