Autoridades locais sensibilizam direção do Banco do Brasil a reativarem serviços em Angicos

A população de Angicos, no sertão central potiguar acaba de receber uma boa notícia para o desenvolvimento econômico do município e da Região. As autoridades locais conseguiram sensibilizar a direção do Banco do Brasil a reativar os serviços bancários na cidade, suspensos desde o último dia 7 de junho, quando bandidos arrombaram a agência do BB. Com os correspondentes bancários superlotados, os usuários passaram a se deslocar para Assú, a fim de realizar seus compromissos bancários.

Na manhã de hoje (10/07), o gerente do Banco do Brasil, sr. José Marcos esteve no Gabinete Civil da Prefeitura anunciando ao Prefeito Deusdete Gomes e aos Vereadores Neto de Dezin e Neto Maciel a reativação e normalização gradativa das movimentações financeiras. Nesta semana passada a agência liberou para os clientes o acesso à realização de consultas, como saldo, extrato, pagamentos e transferências; porém, ele adiantou que brevemente será disponibilizada integralmente a efetuação de saques e depósitos no terminal. Com os caixas eletrônicos vazios e sem previsão para o fornecimento de cédulas através de carros fortes, ele explicou que, o abastecimento dos terminais será efetuado de acordo com as entradas financeiras na agência bancária.

Nesta segunda-feira (09/07), os Vereadores Angicanos Neto de Dezin, Edileuza Palhares, Marcos Loló e Neto Maciel entregaram requerimento aprovado ao gerente imediato da superintendência do Banco do Brasil no RN, Weiber Basílio Medeiros. Em favor do povo Angicano e da Região, o documento solicita da instituição financeira o pleno funcionamento e normalização de todos os serviços oferecidos pela agência no município de Angicos. O encontro aconteceu nos anais da Câmara e contou a presença do Prefeito Deusdete Gomes e do gerente da unidade bancária, José Marcos.

Feliz com a notícia dada pelo gerente da unidade bancária, o Prefeito Deusdete Gomes e os Vereadores Neto de Dezin e Neto Maciel agradeceram a sensibilidade e empenho da direção do Banco e juntos, reiteraram; “quem ganha é o povo e a economia local”.

Ao longo destes 4 últimos anos, várias agências foram fechadas em virtude de investidas criminosas. Na região central, apenas duas cidades ainda se encontram com suas agências ativadas; Angicos e Lajes. As demais, Afonso Bezerra, Pedro Avelino e Santana do Matos tiveram suas operações encerradas.

Blog Angicos Noticias;

%d blogueiros gostam disto: