3 horas, 2 versões: Bolsonaro diz que não há fome no Brasil e recua

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez um recuo no início da tarde de ontem (sexta) e reviu a declaração que deu mais cedo, quando afirmou que passar fome no Brasil é uma grande mentira. Ele mudou o tom de sua afirmação e se irritou com o questionamento da imprensa.

É um país aqui que a gente não sabe por que uma pequena parte passa fome e outros passam mal ainda, disse o presidente durante evento em que o Ministério da Cidadania celebrou o Dia Nacional do Futebol, em Brasília.

Mas é inaceitável num país tão rico como o nosso, com terras agricultáveis, água em abundância… Até o semi-árido nordestino tem uma precipitação pluviométrica maior do que Israel, disse.

Mais cedo, o presidente dissera que o brasileiro não passa fome, mas se alimenta mal.

Falar que se passa fome no Brasil é uma grande mentira. Passa-se mal, não come bem. Aí eu concordo. Agora, passar fome, não, afirmou ele na ocasião.

UOL. COM.BR

Ufersa: Concluintes no semestre 2019.1 devem entregar Requerimento com Solicitação de Diploma

Resultado de imagem para ufersaA Divisão de Registro Escolar – DRE/Central do Aluno da Universidade Federal Rural do Semi-Árido solicita aos estudantes dos cursos de graduação que são concluintes no período letivo de 2019.1 que providenciem a entrega do Requerimento de Solicitação de Diploma até o dia 26 de agosto de 2019 a fim de que o documento seja confeccionado em tempo hábil.

O Formulário preenchido deve ser entregue juntamente com a cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento, cópias do documento de Identidade – RG; Histórico Escolar do curso; e Histórico de conclusão do ensino médio ou equivalente.

A documentação deve ser entregue por todos os prováveis concluintes deste semestre, independente do status no SIGAA constar como “Ativo”, “Formando” ou “Formado”.

O Registro Escolar/Central do Aluno está localizado no segundo pavimento do Prédio da Reitoria, no Lado Leste do Campus Sede, em Mossoró, e ainda na Unidade do setor nos campi de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros. Os concluintes devem entregar a documentação no seu referido campus.

Requerimento Diploma Graduação.

Acesse a página do DRE .

Assecom – Ufersa;

Petrobras baixa preço da gasolina em R$ 0,03 e diesel em R$ 0,04

A Petrobras anunciou, nesta quinta-feira, 18, uma redução no preço do litro da gasolina de R$ 0,0360 e no litro do diesel de R$ 0,0444. Os valores são referentes aos preços médios dos combustíveis vendidos pelas refinarias aos distribuidores e valem a partir da meia-noite desta sexta-feira, 19.

O presidente Jair Bolsonaro informou, em sua conta no Twitter, que a redução [média] foi de 2,1% na gasolina e de 2,2% no diesel.

Os preços variam segundo cada refinaria da estatal, nos diversos estados brasileiros. Os menores valores da gasolina são praticados em São Luís (MA), R$ 1,51; Itacoatiara (AM), R$ 1,55; e Manaus (AM), R$ 1,58. Os maiores valores da gasolina estão nas refinarias de Brasília, R$ 1,81; Senador Canedo (GO), R$ 1,80; e Uberaba, R$ 1,80.

Os menores preços do diesel S500, mais vendido nas estradas, estão em Itacoatiara (AM), R$ 1,93; São Luís, R$ 1,94; Guamaré (RN), R$ 1,96; e Manaus (AM), R$ 1,96. Os maiores valores são os praticados em Senador Canedo (GO), R$ 2,17; Brasília, R$ 2,17; e Uberaba (MG), R$ 2,17.

Segundo a estatal “os preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias”.

Combustíveis tipo A

A gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis. São os combustíveis tipo A, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis. Os preços divulgados pela estatal se referem aos produtos tipo A.

Sobre esses valores, vão incidir a margem de lucro das distribuidoras e dos postos de combustíveis, os impostos, que variam de um estado para outro, o custo da mão de obra, entre outras variáveis. A tabela completa com os valores pode ser conferida no site da Petrobras.

Líder de grupo terrorista revela plano para matar Bolsonaro

A ameaça é real - Edição 2644Em 1º setembro do ano passado, ninguém deu atenção a uma mensagem no Facebook que trazia uma ameaça ao então deputado Jair Bolsonaro. O autor escreveu que testaria “a valentia” do então candidato do PSL à Presidência da República quando os dois se encontrassem e que ele “merecia” levar um tiro na cabeça. Ninguém deu atenção à postagem porque ameaças assim quase sempre não passam de bravatas. Ninguém deu atenção porque o autor, um garçom desempregado, também costumava publicar em sua página na rede social textos desconexos e teorias conspiratórias absolutamente sem sentido. Parecia coisa de maluco. Cinco dias depois, no entanto, Adélio Bispo de Oliveira, o autor da mensagem, esfaqueou Bolsonaro em uma passeata em Juiz de Fora (MG). O agressor de fato era um desequilibrado mental, mas o atentado ensinou que ameaças não devem ser subestimadas, por mais improváveis que pareçam.

Há seis meses a Polícia Federal caça, ainda sem sucesso, os integrantes de um grupo terrorista que já praticou pelo menos três atentados a bomba em Brasília e anuncia como seu objetivo mais audacioso matar o presidente da República. Nas duas últimas semanas, VEJA entrevistou um dos líderes da Sociedade Secreta Silvestre (SSS), que se apresenta como braço brasileiro do Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS), uma organização internacional que se diz ecoextremista e é investigada por promover ataques a políticos e empresários em vários países. O terrorista identifica-se como “Anhangá”. Por orientação do grupo, o contato foi feito pela deep web, uma espécie de área clandestina da internet que, irrastreável, é utilizada como meio de comunicação por criminosos de várias modalidades.

Anhangá garante que o plano para matar Bolsonaro é real e começou a ser elaborado desde o instante em que o presidente foi eleito. Era para ter sido executado no dia da posse, mas o forte esquema de segurança montado pela polícia e pelo Exército acabou fazendo com que o grupo adiasse a ação. “Vistoriamos a área antes. Mas ainda estava imprevisível. Não tínhamos certeza de como funcionaria”, afirma o terrorista. Dias antes da posse, a SSS colocou uma bomba em frente a uma igreja católica distante 50 quilômetros do Palácio do Planalto. O artefato não explodiu por uma falha do detonador. No mesmo dia, a SSS postou um vídeo na internet reivindicando o ataque e revelando detalhes da bomba que só quem a construiu poderia conhecer. Nessa postagem, o grupo também anunciou que o próximo alvo seria o presidente eleito, o que levou as autoridades a sugerir o cancelamento do desfile em carro aberto. “Facilmente poderíamos nos misturar e executar este ataque, mas o risco era enorme (…) então seria suicida. Não queríamos isso.” Na ação seriam usados explosivos e armas. “A finalidade máxima seriam disparos contra Bolsonaro ou sua família, seus filhos, sua esposa.”

Depois disso, em abril, dois carros do Ibama foram incendiados em um posto do órgão em Brasília. Em meio aos escombros, encontraram-se palitos de fósforo, restos de fita adesiva e vestígios de um líquido inflamável. No local, havia pichações com ameaças de morte ao ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente. De novo, num vídeo postado na internet clandestina, o grupo assumiu a responsabilidade pelo atentado e exibiu o material utilizado durante o ataque, oferecendo provas de que era mesmo o autor do crime. De acordo com Anhangá, foi mais um aviso, dessa vez endereçado diretamente a Ricardo Salles. “Salles é um cínico, e não descansará em paz, quando menos esperar, mesmo que saia do ministério que ocupa, a vez dele chegará. (…) É um lobo cuidando de um galinheiro”, diz o extremista, que alerta para a existência de um terceiro alvo no governo: Damares Alves, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos. “(Ela)se tornou a cristã branca evangelizadora que prega o progresso e condena toda a ancestralidade. O eco-extremismo é extremamente incompatível com o que prega o seu ministério”, diz.

Espécie de holding internacional dos chamados ecorradicais, o ITS foi fundado em 2011 no México e afirma ter representantes também na Argentina, Chile, Espanha e Grécia. A organização se diz contra tudo o que leva à devastação do meio ambiente e defende o uso de medidas extremas e atos violentos contra os inimigos da natureza (evidentemente tal discurso não tem coerência alguma). Em maio passado, os ecoterroristas do Chile assumiram a autoria de uma carta-­bomba enviada a um empresário. Dois anos antes, em 2017, um artefato similar foi endereçado ao presidente de uma mineradora, que ficou ferido. No México, o ITS reivindicou a autoria de várias explosões em universidades. Uma delas resultou, em 2016, na morte de um pesquisador. No fim do ano passado, o grupo também se responsabilizou por uma bomba deixada próximo a uma igreja ortodoxa em Atenas.

Os terroristas brasileiros vêm sendo monitorados pelas autoridades há algum tempo. Um relatório elaborado pela diretoria de inteligência da PF intitulado “Informações sobre Sociedade Secreta Silvestre” descreve que, em 2017, uma bomba foi deixada na rodoviária de Brasília. O documento, obtido por VEJA, ressalta que a imprensa não noticiou o atentado, mas, mesmo assim, os detalhes foram divulgados num site do grupo chamado Sociedade Secreta Silvestre, traduzidos para diversos idiomas e assinados por uma pessoa identificada como “Anhangá”. Em dezembro, depois da ameaça ao presidente Bolsonaro, a Polícia Federal decidiu pôr no caso os melhores agentes da seção antiterrorismo. Os policiais já seguiram várias pistas. Três suspeitos chegaram a ser presos. Mas os integrantes do grupo ainda não foram identificados. Anhangá provoca: “(Eles)são incompetentes (…). Não somos meros amadores, dominamos técnicas de segurança, de engenharia, de comportamento social. (…) Discutimos internamente com membros de outros países”.

Assim como para outros grupos, a internet exerce um papel importante na organização e divulgação de ideias. Os comunicados e vídeos do grupo terrorista ITS são postados num site chamado Maldición Eco-­extremista, traduzido para diversos idiomas. Foi por meio desse canal que VEJA solicitou uma entrevista com um integrante do ITS-Brasil. Um e-mail criptografado, de um servidor localizado na Suíça, indicou um endereço eletrônico para o qual deveriam ser enviadas as perguntas. Pouco tempo depois, Anhangá apareceu e disse que estava à disposição para esclarecer as dúvidas da reportagem. A partir daí, foi mandado um link de um chat privado, em que as mensagens eram destruídas após 24 horas. Nesse canal, foram feitas três entrevistas, reproduzidas ao longo destas páginas. Em fevereiro de 2019, a rede de televisão francesa TV5Monde utilizou o mesmo caminho para entrevistar o fundador do ITS, que se apresentou como “Xale”. A reportagem informava que o grupo tinha ramificação no Brasil.

O máximo que Anhangá (que quer dizer espírito que protege os animais, em tupi-guarani) revela sobre si é que é do sexo masculino, tem entre 20 e 30 anos, está em Brasília e é um radical defensor da natureza. Com as vidas humanas, já não demonstra a mesma preocupação. Segundo ele, o presidente é um “estúpido populista” que “falha com sua segurança” e anda “sem uma proteção adequada”, o que facilita o atentado. Quando isso pode acontecer? “Um ataque a Jair Bolsonaro será sempre uma possibilidade latente.” Por quê? “Bolsonaro e sua administração tem declarado guerra ao meio ambiente.” Já há alguma preparação? “Tentamos sempre adquirir explosivos e armas mais potentes.” Onde? “Estudamos semanalmente nossos alvos.” Pode ser tudo bravata? Até pode, mas as evidências que se tem até agora apontam para o sentido contrário. Num inquérito sigiloso obtido por VEJA, a própria PF destaca que o grupo continua praticando atos criminosos com “extrema gravidade” e mostrando “profusão de ideias violentas e extremistas, além de divulgar ameaças contra a vida do Bolsonaro”. Isso, por si só, já se enquadra em crime de terro(leia mais nesta reportagem).

As ameaças contra autoridades de Brasília não envolvem apenas o Executivo. Em março, por determinação do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), foi instaurado um inquérito para apurar a origem de ataques a magistrados nas redes sociais. Numa primeira fase, os investigadores identificaram pessoas que usavam a internet para difundir notícias falsas e pregar agressões contra os ministros. Foi o caso de um advogado alagoano que publicou uma mensagem em que falava da necessidade de “matar aquele débil mental do irmão mongol do ministro Toffoli”. O irmão do ministro é portador de síndrome de Down. Identificado, o advogado prestou depoimento e disse que tudo não passava de bravata.

Mas não foi apenas isso. VEJA apurou que o inquérito do STF também reuniu evidências de um plano real de ataque contra um ministro da Corte. Os investigadores descobriram que um grupo havia monitorado durante algum tempo a rotina de um dos magistrados, cujo nome é mantido em sigilo, e de sua família, que mora em São Paulo. O objetivo era definir o melhor lugar para uma emboscada, e o local escolhido foi o Aeroporto de Congonhas. Por questões de segurança, autoridades e políticos têm acesso a salas vip em aeroportos. A ideia dos criminosos era cercar o carro do ministro na saída do terminal e metralhá-lo. “Eles diziam que ‘iam abrir fogo’”, revela um magistrado que teve acesso à investigação, conduzida pelo ministro Alexandre de Moraes.

Curiosamente, o plano foi discutido em um chat da deep web também frequentado pelos estudantes Guilherme Monteiro e Luiz Henrique de Castro. Para quem não lembra, em março esses dois rapazes invadiram uma escola em Suzano, no interior de São Paulo, executaram cinco alunos e duas funcionárias e depois se mataram. No chat, o grupo que planejava o ataque ao ministro do STF trocava informações com os assassinos da escola. Por orientação da Polícia Federal, os juízes mudaram sua rotina e ampliaram o esquema de segurança. “Esse caso é diferente dos que já encontramos. Não se trata de alguém fazendo um desagravo ou uma bravata pela internet. Eram dois grupos distintos tramando dois ataques. O primeiro aconteceu. Não era brincadeira”, diz o mesmo magistrado. Infelizmente, o terrorismo, que durante tanto tempo não figurou entre as preocupações brasileiras, agora precisa ser levado a sério. Que os responsáveis sejam presos e punidos — antes que cometam as tais atrocidades que prometem.

Fonte: veja.abril.com.br

Governo do RN e PF criam força-tarefa de combate ao crime organizado

ASSECOM –  GOVERNO DO RN

O Governo do Estado e a Polícia Federal vão trabalhar em conjunto no combate ao crime organizado no Rio Grande do Norte. O principal ponto do acordo de cooperação técnica assinado nesta quinta-feira (18) pelo Governo, representado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), e a Superintendência da Polícia Federal no RN é a criação de uma força-tarefa para o enfrentamento às organizações criminosas.

A força-tarefa agirá no combate a diversos crimes no RN, desde o tráfico de drogas nacional e internacional até a lavagem de dinheiro, com uma ação conjunta envolvendo as polícias Militar e Civil sob a coordenação da Polícia Federal. O modelo de força-tarefa forjado a partir do acordo de cooperação técnica entre o Governo e a instituição federal é pioneiro no Brasil. A parceria tem vigência oficial de cinco anos, contados a partir da publicação no Diário Oficial da União.

“Este acordo representa um avanço no combate ao crime organizado e na busca pela diminuição dos índices de criminalidade no Rio Grande do Norte. E mostra coerência com a integração que defendemos desde o início da gestão”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

A chefe do Executivo estadual assinou o documento em conjunto com o vice-governador Antenor Roberto, o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, a superintendente da PF no RN, delegada Tânia Fogaça, o comandante da PM-RN, coronel Alarico Azevedo, e a delegada-geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva. “Essa parceria aponta que estamos trabalhando e trazendo resultados. Com essa parceria a Polícia Federal dá ainda mais credibilidade e mostra que acredita no sistema de segurança pública potiguar. Vamos prestar um grande serviço à população”, completou o secretário Francisco Araújo.

Com a formalizaçãoda parceria cria-se um ambiente de integração, inédito no RN,nas ações de combate ao crime, treinamento e capacitação dos agentes de segurança e troca de informações entre as forças estaduais e federais.

“A Polícia Federal tem muito o que aprender com as forças de segurança do RN, mas também tem muito a ensinar. Vamos focar inicialmente na formação da força-tarefa de combate ao crime organizado e seguir trabalhando na parte de treinamentos, compartilhamento de bancos de dados e outros pontos como a questão de bombas e explosivos”, explicou a delegada Tânia Fogaça.

A parceria entre Governo e PF complementa a política de trabalho integrado já existente entre as forças de segurança do RN. A diretriz dada pelo Governo desde o início do ano, a integração entre Polícia Militar, Polícia Civil e sistema penitenciário proporcionou uma redução recorde nos índices de violência no estado.

A atuação integrada resultou na diminuição de 30,5% dos homicídios no RN durante o 1º semestre de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado. Com isso foram poupadas 315 vidas entre janeiro e junho deste ano. Os dados apurados pela Coordenadora de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine) da Sesed ainda apontaram a diminuição em ataques a bancos (-44,8%), estupros (-65,5%) e roubos de veículos (-20,6%), por exemplo.

Com vistas ao médio e longo prazo, o Governo também está trabalhando na confecção do Plano Estadual de Segurança Pública. A ação, que é conduzida pelo vice-governador Antenor Roberto, visa tornar o RN o primeiro estado da federação a apresentar seu plano de segurança ao Ministério da Justiça e da Segurança Pública e, consequentemente, aderir ao Sistema Único de Segurança Pública (SUSP).

O Baratão da Construção em Angicos: Aqui tem preço baixo de torar!

Sem títuloTudo o que você procura na hora de construir ou reformar você encontra no Baratão da Construção com os melhores preços e as melhores condições de pagamento do mercado!

O BARATÃO DA CONSTRUÇÃO BATE O PREÇO DA CONCORRÊNCIA. TRAGA O SEU ORÇAMENTO QUE BAIXAMOS O VALOR AINDA MAIS!!!

Localizado a Rua Vereador José Alves, próximo ao antigo CSU no Bairro Alto da Esperança!

A pedido do MPRN, TJ condena Estado a restaurar Casa da Cultura de Angicos

Resultado de imagem para casa da cultura angicosEm razão de pedido formulado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), o Tribunal de Justiça do Estado confirmou a sentença proferida pelo Juízo da Vara Única da comarca de Angicos/RN, que determinou a reforma da Casa da Cultura Professor Paulo Freire pelo Governo do Estado. A obra deve garantir a recomposição das características originais do imóvel, conforme vistoria técnica constante no processo, e deve ser iniciada no prazo máximo de seis meses, sob pena de multa.

O MPRN entrou com ação civil pública contra o Estado desde 2016 e até agora o problema ainda não foi solucionado. Durante as investigações, foi feita vistoria do imóvel, na qual afirma o estado precário das instalações, ao mesmo tempo em que diz não ter condições para o reparo. Após a decisão em primeira instância, o Governo ingressou com apelação, alegando não ter orçamento disponível para realizar a obra.

Em sua manifestação, a 9ª Procuradoria de Justiça opinou pelo conhecimento e desprovimento da apelação. Segundo o Tribunal, “é responsabilidade do Estado, com a colaboração da comunidade, promover e proteger o patrimônio histórico-cultural impedindo a evasão, a destruição, bem como a descaracterização dos bens assim considerados. Utilizando-se, para tanto, de inventários, registros, vigilância, tombamento e desapropriação, além de qualquer outras formas de acautelamento e preservação.”

Apelação Cível n° 2018.002723-8.

Portal de Noticias MPRN;

DROGARIA ANGICANA vai comemorar 2º aniversário com MEGA FESTIVAL DE PRÊMIOS dia 3 de agosto

A Drogaria Angicana vai celebrar o seu 2º ano de fundação, e quem vai ganhar o presente é você amigo cliente. A farmácia mais completa da Região Central lança a promoção: “PROMOÇÃO ANIVERSÁRIO DROGARIA ANGICANA”.

Como concorre??? A cada 30 reais em compras na Drogaria Angicana, você recebe uma cartela e vai concorrer a 4 valiosos brindes: Uma geladeira, um micro-ondas, uma TV Led 32 polegadas e UM MIL REAIS em dinheiro! E no intervalo de cada chamada serão sorteados mais 10 brindes extras!

O festival de prêmios será realizado no dia 3 de agosto às 16h em frente à Drogaria Angicana, na Rua Vereador José Alves no Bairro Alto da Esperança.

Agora, é só comprar, ganhar sua cartela e participar festival de prêmios em comemoração ao segundo  aniversário da Drogaria Angicana. CORRA! Quanto mais você COMPRAR, MAIOR É A CHANCE DE GANHAR.

Em Angicos, peças e manutenção para o seu carro é na GF AUTO CENTER!

08354b31-0647-4fc9-9142-8a97795b7440Além de todos esses serviços oferecemos ainda aos clientes um Scanner de última geração. O Scanner automotivo é um aparelho que recebe e impulsiona, em tempo real, todos os parâmetros operacionais de injeção eletrônica do veículo, com a função de detectar e corrigir eventuais falhas no sistema.

86e2d06d-2433-47f9-8878-19ccd14b3eb5Trabalhamos com mão de obra especializada, são mecânicos com larga experiência em todos os tipos de veículos .

44588043-39f0-4b60-8684-21545176ad1f

IMG_20190218_082020

IMG_20190218_082541

Temos também aparelho ultra moderno para a limpeza de bicos do seu carro.

Sigam a nossa loja no Instagram no endereço @gfautocenterangicos e fique por dentro das nossas novidades em pecas e serviços.

eeb484fd-b1ca-4ef4-a9d4-f7267429e97a

Instagram deixa de mostrar número de curtidas das postagens

Agência Brasil

Usuários da rede social Instagram no Brasil perceberam hoje (17) uma importante mudança. Entre os recursos da plataforma o número de “curtidas”, também conhecidas como “likes” que uma publicação recebe, não fica mais visível para todos os usuários. O tema foi um dos mais discutidos do dia em outra rede social, o Twitter, e esteve entre os mais buscados no Google.

A mudança no Brasil está entre os testes anunciados em abril deste ano durante um evento de desenvolvedores do Facebook, empresa controladora do Instagram.

A experiência faz parte de uma série de medidas que o Instagram vem anunciando nos últimos meses para combater práticas nocivas na rede, como o discurso de ódio ou o bullying na web. Tais ações são uma resposta a críticas recebidas pela plataforma de que sua arquitetura e lógica de funcionamento favoreceriam um ambiente prejudicial ao bem-estar de seus integrantes.

Um estudo da Sociedade Real para a Saúde Pública, realizado em 2017, apontou o Instagram como a pior rede social para o bem-estar e a saúde mental de adolescentes. Segundo o estudo, o Instagram tem impactos importantes em adolescentes, provocando ansiedade, depressão e solidão, além de outros efeitos como na autoimagem dos jovens a partir da lógica das fotos.

Felipe Neto, empresário com canais populares em redes sociais, esteve entre os que vocalizaram essa análise. Ele afirmou que a medida pode mudar a forma como a internet funciona. “O Instagram virou uma rede social tão de fomento à vaidade, ao ego que se transformou em um vírus. É um lugar muito mais negativo do que positivo. Tirar os likes vai ser interessante. Vai ser interessante tirar as disputas”, comentou em um vídeo postado em seus canais.

Além dos testes retirando a visibilidade pública das curtidas, a empresa anunciou algumas outras ações voltadas a coibir essas práticas. Neste mês, em uma nota, o diretor Adam Mosseri informou a implantação de uma ferramenta que usa Inteligência Artificial para questionar o usuário sobre seu conteúdo antes de postá-lo, se o sistema considerar que este pode ser ofensivo.

“Testes preliminares desse recurso mostraram que ele encoraja algumas pessoas a rever os comentários e compartilhar algo que gere menor dano, uma vez que elas tiveram a chance de refletir”, disse Mosseri no comunicado, divulgado no dia 8 de julho.

ÓTICA CABUGI EM ANGICOS: CUIDANDO PARA VOCÊ TER UMA VISÃO PERFEITA!

A Ótica Cabugi comunica aos clientes que realiza exames de vista a cada 30 dias com um oftalmologista conceituado, com consultas computadorizadas e exames de fundo de olho. E na compra do seu óculos de grau a consulta é grátis.

MARQUE AGORA MESMO A SUA CONSULTA NA ÓTICA CABUGI PELO TELEFONE OU WHATSAPP 9 9203 – 6550 OU EM NOSSO ENDEREÇO: Estamos localizados na Rua Valdomiro Teonácio Bezerra ao lado da Rodoviária no centro comercial de Angicos.

Em Angicos, Drogaria de farmacêutico para a sua família é a DROGARIA GARCIA!

412ed3d2-9ec5-4c1a-a015-44633d3ae56f

Na Drogaria Garcia você encontra medicamentos éticos e genéricos com os melhores preços e condições de pagamento.

Oferecemos os serviços de pagamento dos papeis de água (Caern) e de luz (Cosern), recargas de aparelhos celulares de todas as operadoras.

E tem mais: Em parceria com o Ministério da Saúde, a Drogaria Garcia oferece medicamentos gratuitos para quem faz tratamento para hipertensão, diabetes e asma. E até 90% de desconto em outros medicamentos e fraldas geriátricas. Faça-nos uma visita. Para ser beneficiado com o programa, o cidadão deve apresentar a receita médica ( com validade de 180 dias), documento oficial com foto e CPF.

Estamos localizados na Rua Aristófanes Fernandes em frente ao Clube Municipal de Angicos no Bairro Alto do Triângulo. 

LOLÓ PEÇAS E ACESSÓRIOS EM ANGICOS: Há 20 anos buscando soluções para o seu veículo!

A loja Loló Peças e Acessórios esta localizada no centro de Angicos, na Rua Joaquim Bernardo. Ela atende ao público em geral de Angicos e região.

A Loló Peças tem tudo em peças, baterias, lubrificantes, acessórios e produtos em geral para todos os tipos de veículos.

Todos os produtos vendidos na loja têm muita qualidade e garantia. Os funcionários estão sempre fazendo o melhor para atender a clientela e proporcionar atendimento moderno e ágil.

A novidade da loja é que, caso a peça do seu veículo não tenha no estoque, o seu pedido será feito rapidamente e em tempo ágil será entregue.

A Loló Peças e Acessórios tem oficina própria, moderna e eficiente com mecânicos qualificados e maquinas modernas para os variados tipos de reparos e serviços.

Alinhamentos, balanceamentos, limpeza de radiadores, troca de óleo e filtros, estão entre os muitos serviços à sua disposição.

Venha para a Loló Peças e Acessórios, se preferir ligue: (84) 3531-2409, 9 9996-4805.

Sem tempo para se preparar, Caixa contribuiu para adiar liberação do FGTS

Agência Estado

Além do impasse sobre a parcela que poderá ser retirada das contas do FGTS, a Caixa também foi responsável pelo adiamento da liberação dos recursos do fundo. Segundo o jornal Estadão, representantes do banco estatal reclamaram que estava muito em cima da hora para colocar de pé um plano de atendimento aos trabalhadores para o saque do FGTS.

Em 2017, para que 25,9 milhões de trabalhadores retirassem R$ 44 bilhões das contas inativas (de contratos anteriores) do FGTS, a Caixa preparou um esquema de atendimento que previu a abertura das agências mais cedo e nos fins de semana no período, que foi de 10 de março a 31 de julho.

Apesar de incluir os saques do FGTS e do PIS/Pasep na solenidade de 200 dias de governo Bolsonaro, o anúncio da medida em detalhes será na semana que vem, informou na tarde desta quinta-feira, 18, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

A ideia defendida no Ministério da Economia é permitir que os trabalhadores saquem entre 10% e 35% dos recursos das contas ativas do FGTS dependendo do tamanho do saldo que possuem no fundo. A equipe econômica também defende que a mesma proporção seja aplicada às contas inativas (de contratos de trabalhos anteriores).

Outra medida em estudo é limitar os saques para os demitidos sem justa causa. Hoje, é possível resgatar tudo o que tem no fundo nessa situação. A equipe econômica defende colocar um limite e, para compensar, permitir que, todo ano, seja possível sacar uma parcela no mês de aniversário. As propostas foram entregues ao presidente Jair Bolsonaro ontem à noite. Ele seria o responsável por bater o martelo.

Faça o seu cartão Unifarma na Drogaria São Pedro em Angicos!

f5b6ba33-7312-4fdf-9b50-109bc6dbacb6Documentos necessários:

RG
– CPF
– Comprovante de residência

Após aprovação com limite inicial , a cada compra seu limite pode ser aumentado.
automaticamente.

Governo do Estado fará lançamento oficial do Plano RN Inclusivo nesta sexta-feira em Natal

Nesta sexta-feira (19), às 9h, na Escola de Governo, a governadora Fátima Bezerra (PT) lança o Plano RN Inclusivo: Políticas Públicas e Inclusão Social. 

Na ocasião, serão assinados o Protocolo de Intenções, entre o Governo do Estado e a Federação dos Municípios do Estado do RN (Femurn), e o Termo de Acordo de Cooperação Técnica, entre a Secretaria Estadual da Administração (Sead) e cada uma das prefeituras municipais que já aderirem ao Plano.

O Plano, por meio de acordos de cooperação entre o Governo do Estado e prefeituras municipais, levará uma série de atividades voltadas para qualificação profissional, melhoria da gestão pública, consolidação da cidadania e ações de voluntariado das instituições de ensino superior públicas do RN, que serão levadas a todas as regiões geográficas do estado, incluindo Natal e Região Metropolitana, conforme adesão dos gestores municipais.

A Rede de Voluntariado de instituições públicas de ensino superior, composta por professores voluntários da Universidade Federal do RN (UFRN), Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN); Universidade do Estado do RN (UERN) e do Instituto Kennedy, integra o Plano RN Inclusivo realizando ações de ensino, pesquisa e extensão, sob a responsabilidade de professores voluntários.

A proposta do Plano está alicerçada no programa de Governo, que estabelece como prioridade a execução das políticas públicas junto aos 167 municípios potiguares.

O lançamento ocorrerá primeiro em Natal e posteriormente em três municípios polos: Mossoró, no dia 22 de julho, às 9h, no Teatro Lauro Monte; Currais Novos, no dia 24 de julho no auditório da AMSO, às 14h30; e, Caicó, no dia 25 de julho, às 9h, no auditório da 10ª DIREC.

Assecom – Governo do RN;

%d blogueiros gostam disto: