Ambulância do município cedida ao hospital de Angicos é danificada pela segunda vez em 15 dias e está no “prego”

Pois é meus
amigos, seria cômico se não fosse trágico, no entanto, infelizmente é verdade. Ambulância
da frota municipal que é cedida e abastecida para o Hospital Regional de Angicos
já está no “prego” novamente devido à falta de uso adequado por parte dos
motoristas daquela unidade hospitalar, relato esse que fora feito a redação do
nosso blog pelo próprio prefeito Junior Batista que é um caminhoneiro de
profissão e profundo conhecedor da parte mecânica de veículos.

De acordo
com informações que colhemos junto ao gestor municipal há pouco mais de 15 dias
a ambulância do município que é cedida para o nosso hospital regional foi
danificada com o rompimento de uma peça chamada “vela” quando se deslocava com
uma pessoa doente para o Hospital Regional 
Tarcísio Maia na cidade de Mossoró.
Na oportunidade o próprio prefeito foi em outro veiculo rebocar a ambulância e
o município arcou com a toda a despesa, desde a reposição da peça danificada até
a mão de obra do mecânico que  procedeu
com o concerto e ambulância voltou a servir a nossa população angicana no
hospital local.


No entanto
neste domingo (10) enquanto se deslocava para acidade de Natal com um angicano
precisando de atendimento mais complexo a ambulância fora novamente danificada.
De acordo com o profissional conhecido como “Toinho mecânico”, desta vez o
problema foi mais sério ainda. Segundo “Toinho” a ambulância sofreu um chamado “esquento”
no motor tão forte que veio a desmanchar um pistão, peça que faz com que o
motor do veiculo funcione.


“É como se o motorista não tivesse prestado atenção que o veiculo teve um aumento de
temperatura e continuou rodando no mesmo o que provocou um grande dano ao motor
do mesmo” nos confidenciou “toinho mecânico” e que os nossos leitores podem acompanhar
nas fotos que foram feitas do referido veiculo e da parte danificada pelo nosso
repórter fotográfico.



O prefeito
Junior Batista logo que fora avisado do ocorrido por volta das 21 horas junto
com a secretária de saúde Jocilene Ovídio conseguiram outro veiculo para transportar
o paciente até Natal e o próprio prefeito fez o reboque do veiculo até a oficina
de “toinho mecânico”, onde a mesma ficará mais uma vez para concerto por pelo
menos 3 dias devido aos graves danos causados ao motor do veiculo. E o pior é
que neste período provavelmente o nosso hospital ficará sem ambulância, pois o
veiculo que fora prometido pelo governo do estado para chegar no mês de Março
até então não apareceu naquela unidade hospitalar, o que é lamentável.

“Logo que
for concertada a ambulância voltará a ser cedida para o hospital para atender
aos nossos angicanos que precisem utilizar a mesma, no entanto, vou solicitar a
direção da unidade hospitalar que cobre dos motoristas que tenham mais zelo
pelo veiculo, pois, apesar de ser público merece ser bem cuidado”, relatou o
prefeito a nossa reportagem. 

%d blogueiros gostam disto: