IFRN divulga 496 vagas para Cursos de Graduação

IFRN divulga 496 vagas para Cursos de Graduação A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN divulgou, nessa sexta-feira (28), os editais 47 e 48/2018 que dão acesso a cursos de graduação (veja lista abaixo) usando as notas das últimas três edições do Enem. As inscrições devem ser feitas pelo Portal do Candidato entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro de 2019 e o candidato deve sinalizar no ato da inscrição de qual edição do Enem vai submeter a nota para avaliação. 

O edital 48/2018 dá acesso exclusivamente aos cursos superiores de graduação em Licenciatura em Educação do Campo 2019.1 com habilitações em Matemática ou Ciências Humanas e Sociais, já o edital 47/2018 inclui diversos cursos de graduação, nesse caso o preenchimento das vagas por curso, campus e turno se dará por processo classificatório. Os resultados finais serão divulgados no dia 8 de fevereiro e os escores de Argumento de Classificação Preliminar no dia 5 de fevereiro. 

Cursos

Ao todo são ofertadas 496 vagas, sendo 40 para os cursos do edital 48/2018, específico para o Campus Canguaretama, e outras 456 para o edital 47/2018, nos campi Apodi, Caicó, Canguaretama, Currais Novos, Ipanguaçu, Natal – Cidade Alta, Nova Cruz, Macau, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz, São Gonçalo do Amarante e São Paulo do Potengi. Entre os cursos ofertados: Licenciaturas em Química, Matemática, Informática, Biologia e Física; Superior de Tecnologia em Design de Moda, Gestão de Turismo, Alimentos, Sistemas para Internet, Agroecologia, Gestão Desportiva e de Lazer, Processos Químicas, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Logística e Rede de Computadores. 

Portal IFRN;

Robinson Faria: “Governamos sozinhos e faltou apoio político”

Governador-Robinson-Faria-1-1O governador Robinson Faria(PSD) afirma que governou sozinho e não teve apoio político que considerava necessário para enfrentar os graves problemas de desequilíbrio orçamentário e financeiro do Estado. Ele encerra no dia primeiro de janeiro, quando transmite o cargo para a governadora eleita Fátima Bezerra(PT), o per´[iodo à frente do governo estadual.

Robinson Faria responsabiliza a crise e as frustrações de receitas pelas dificuldades de gestão. “Quando eu assumi, o RN era o estado que tinha a pior situação financeira no Nordeste. Somado a isso enfrentamos a crise brasileira, que frustrou receitas de R$ 340 milhões por mês de FPE(Fundo de Participação do Estado)”, lamenta.

Ele afirma que a seca e a fase de desinvestimento da petrobrás agravaram a situação. Apesar disto, não faz uma avaliação negativa do período no qual ficou na Governadoria. “Mesmo assum, em um governo de superação, realizamos mais de mil obras. Obras esperadas há décadas na párea da saúde” afirma.

Ele avalia que houve avanços na segurança pública. Considera que foi encontrada, no Rio Grande do Norte, uma solução para os problemas dos presídios. “Ninguém fala que resolvemos um dos principais pilares, o sistema prisional”, disse.

Para Robinson Faria, os resultados seriam melhores se as medidas do governo federal para ajudar o Estado tivesse sido executadas integralmente. “O RN em razão da crise recebeu um pacote de medidas enviadas pelo Governo Federal por meio do Ministério da Fazenda e do Banco Mundial, que foi o principal parceiro do governo, e muitas obras foram entregues.

Por Tribuna do Norte;

Atenção: Em Angicos bancos não abrem segunda e terça-feira

Resultado de imagem para banco em angicosAs agências bancárias em Angicos, a exemplo do restante do país não abrem nem no dia 31 de dezembro, nem no dia 1º de janeiro que é feriado nacional.

De acordo com a Federação Nacional dos Bancos, as agências só reabrirão ao público na quarta-feira, dia 02 de janeiro de 2019.

Quem tiver boletos bancários ou outras contas com data de vencimento para esta segunda-feira, dia 31 de dezembro de 2018 ou para terça, dia 1º de janeiro de 2019 poderá pagá-las somente na quarta-feira, dia 02 sem acréscimo de juros bancários.

Em relação aos órgãos públicos comandados pelo município de Angicos não funcionam nesta segunda-feira, dia 31 em razão de um decreto de ponto facultativo estabelecido pelo Prefeito Deusdete Gomes desde a semana passada, salvo os serviços essenciais, como o Hospital Municipal, por exemplo, que mantém o seu atendimento normal a população angicana.   

Vereadora Angicana Edileuza Palhares e seus familiares emitem nota de solidariedade à família de Vital Maria de Andrade em razão de seu falecimento

af811d37-837d-4db5-bef1-ea474032f7d8“Porque este Deus é o nosso Deus para sempre, ele será guia até a morte” assim nos fala a escritura sagrada. Neste momento os familiares sofrem com a passagem para a vida eterna do Sr. Vital Maria de Andrade, uma pessoa de personalidade límpida com dedicação em seu viver em prol de uma vida digna e construtiva. Assim como o espelho reflete o nosso ser, a morte é o cumprir de uma nova jornada, onde o reluzir da paz é parte integrante deste caminhar.

Vital era um homem simples, que pelos percalços da vida mesmo estando separando mundanamente de esposa e filhos nunca os deixou desamparados os tratando com dignidade, carinho e atenção, comportamento esse, peculiar as pessoas dignas e de caráter.  

Os familiares e seus amigos, com muita emoção sentem profunda saudade com o seu falecimento ocorrido neste dia 29 de dezembro de 2018. A sua ida nos entristece e os seus familiares, amigos e conhecidos que conviveram com o seu modelo de vida e exemplo sentem a profunda falta que deixará com o seu partir, e nós que fazemos a família Palhares não poderíamos deixar de abraçar os familiares e amigos com votos de pesar, rogando a Deus que os confortem.

Assim, esta humilde representante do povo angicano junto aos seus familiares, com sua fé, dignidade, com muita sensibilidade e carinho, vem compartilhar com a digníssima família nas pessoas de seus filhos Jane Carla da Silva Andrade, Jânio Carlos da Silva Andrade, Maria de Fátima da Silva Andrade, Márcia Maria da Silva Andrade e aos irmãos, netos, sobrinhos e aos demais que fazem à família ANDRADE a dor da perda de seu ente querido rogando a Deus para que a Paz e a Felicidade reinem no meio de todos, dedicando o nosso mais profundo pesar pelo falecimento do Sr. VITAL MARIA DE ANDRADE.

Edileuza Palhares Lopes – Vereadora de Angicos, seu esposo “Manoelzinho” e todos os que fazem a família Palhares;

Termômetro e medidor de pressão com mercúrio serão proibidos

Anvisa aprova proibição a termômetro e aparelho de pressão com mercúrio

Resultado de imagem para aparelho de pressãoA partir de 1º de janeiro de 2019, fica proibida em todo o país a fabricação, a importação e a comercialização de termômetro e de esfigmomanômetro (aparelhos para verificar a pressão arterial) que utilizam coluna de mercúrio para diagnóstico em saúde. A medida, publicada no Diário Oficial da União em março de 2017, também inclui a proibição do uso desses equipamentos em serviços de saúde, que deverão fazer o descarte adequado.

Por meio de nota, o Ministério da Saúde informou que a determinação, aprovada pela própria pasta e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), cumpre o compromisso assumido pelo Brasil na Convenção de Minamata, que debateu os riscos do uso do mercúrio para a saúde e para o meio ambiente. A convenção, assinada pelo Brasil e por mais 140 países em 2013, tem como objetivo eliminar o uso de mercúrio em diferentes produtos.

A resolução, entretanto, não veta o uso doméstico de termômetros de mercúrio para quem que já possui o equipamento. “A população poderá continuar usando os termômetros domésticos, mas com o devido cuidado no armazenamento e na manipulação para que não ocorra a quebra do vidro”, alertou o ministério, citando que, se o produto estiver em boas condições e íntegro, não há problema à saúde.

Caso o usuário deseje se desfazer do termômetro de mercúrio, a orientação é mantê-lo provisoriamente em casa até a divulgação, pela pasta e pela Anvisa, dos pontos de recolhimento. Em caso de quebra, devem ser tomadas as seguintes precauções:

– Isolar o local e não permitir que crianças brinquem com as bolinhas de mercúrio;
– Abrir as janelas para arejar o ambiente;
– Recolher com cuidado os restos de vidro em toalha de papel ou luvas e colocar em recipiente resistente à ruptura, para evitar ferimento;
– Localizar as “bolinhas” de mercúrio e juntá-las com cuidado, utilizando um papel cartão ou similar, evitando contato da pele com o mercúrio. Recolher as gotas de mercúrio com uma seringa sem agulha. As gotas menores podem ser recolhidas com uma fita adesiva;
– Transferir o mercúrio recolhido para um recipiente de plástico duro e resistente ou vidro, colocar água até cobrir completamente o mercúrio a fim de minimizar a formação de vapores de mercúrio, e fechar o recipiente;
– Identificar/rotular o recipiente, escrevendo na parte externa “Resíduos tóxicos contendo mercúrio”;
– Não usar aspirador, pois isso vai acelerar a evaporação do mercúrio, assim como contaminar outros resíduos contidos no aspirador.

Os materiais utilizados durante o procedimento, como luvas e seringas, também deverão ser colocados em embalagens rotuladas e não devem ser descartados em lixo comum.

A proibição não se aplica a produtos para pesquisa e para calibração de instrumentos ou uso como padrão de referência. Assim, serviços de saúde que possuírem medidores de pressão ou termômetros de coluna de mercúrio utilizados como padrão de referência para calibração interna de outros equipamentos deverão identificar esses produtos com etiqueta com os dizeres: “Produto utilizado como padrão de referência para calibração”.

folha.uol.com.br

Aposentadoria integral fica mais difícil a partir desta segunda-feira (31)

Pedidos podem ser feitos ainda hoje pelo site do INSSOs trabalhadores brasileiros interessados em se aposentar vão encarar, a partir desta segunda-feira (31), uma nova regra de cálculo das aposentadorias por tempo de contribuição.

A mudança exige um ano a mais para homens e mulheres se aposentarem. Com isso, a atual fórmula, conhecida como 85/95, vai aumentar um ponto e se tornar 86/96.

Quem quiser e já cumprir os requisitos para se aposentar pela regra atual tem somente até hoje (30) para fazer a solicitação pelo site do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Pela fórmula 85/95, a soma da idade e do tempo de contribuição deve ser de 85 anos para mulheres e 95 para homens. O tempo de trabalho das mulheres deve ser de 30 anos e o dos homens, de 35. Isso significa, por exemplo, que uma mulher que tenha trabalhado por 30 anos, precisa ter pelo menos 55 anos para se aposentar.

A partir desta segunda (31), para se aposentar com o tempo mínimo de contribuição, a mesma soma precisará alcançar 86 e 96. A fórmula será aumentada gradualmente até 2026.

A fórmula tem como objetivo ajudar o trabalhador a conseguir a aposentadoria integral de forma mais rápida do que se fosse levado em conta apenas o fator previdenciário.

R7.com

O Baratão da Construção em Angicos: Preço Baixo de torar!

Temos um completo sortimento em pias para cozinha e banheiro, Tintas de diversas cores e marcas e ainda um infinidade de cerâmicas, pisos e revestimentos.

Rua Vereador José Alves, Próximo a Central do Trabalhador Bairro Alto da Esperança;

Contato WhatsApp: 84 99851-5543;

IMG_20181001_105836

IMG_20181001_105800

IMG_20181001_105911

IMG_20181001_105735

Registro de arma cresce 280%; Bolsonaro quer facilitar posse

Presidente eleito Jair BolsonaroO presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse neste sábado, 29, que pretende “garantir”, por decreto, a posse de arma de fogo para cidadãos sem antecedentes criminais, além de tornar o registro do equipamento definitivo. Especialistas questionam a mudança por decreto sem aval do Congresso, uma vez que afetaria o Estatuto do Desarmamento, lei de 2003. Na prática, todo cidadão pode pedir a posse à Polícia Federal, se cumpridos alguns requisitos, como ficha criminal limpa e exames de aptidão. O total de registros tem crescido: o salto foi de 280% de 2009 a 2017, chegando a 33 mil licenças no País.

Ao anunciar a medida no Twitter, Bolsonaro não detalhou o decreto que está em planejamento. Duas horas após a publicação, ele voltou à rede social para dizer que “a expansão temporal será de intermediação do Executivo, entretanto outras formas de aperfeiçoamento dependem também do Congresso Nacional, cabendo o envolvimento de todos os interessados”. Já tramitam no Congresso projetos que tentam revogar o estatuto.

A lei prevê regras para a concessão da posse, caracterizada pela possibilidade de permanência da arma na casa do proprietário ou no estabelecimento comercial. O candidato deve se submeter a exames de aptidão psicológica e capacidade técnica, além de apresentar a razão da efetiva necessidade, “expondo fatos e circunstâncias que justifiquem”, explica a PF. Defensores da liberação de armas reclamam da subjetividade desses critérios.

Ao “Estado”, o futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno Ribeiro, disse que o decreto deverá manter as exigências legais, como não ter antecedentes, fazer exame de vista e seguir as regras de registro. “A posse será facultada para quem se submeter às exigências, será mais fácil ter a posse, para o cidadão de bem, que nas regras de hoje”, disse. “É lógico que ninguém vai vender arma na esquina.”

A decisão de Bolsonaro de manter a facilitação para posse de arma foi tomada após conversa com o futuro ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro. O argumento do futuro governo é garantir a legítima defesa aos cidadãos. Segundo dados obtidos pela Lei de Acesso à Informação, em 2009 a quantidade de registros era de 8.679. Até o ano anterior, ainda vigorava o prazo, previsto pelo Estatuto, de registro de quem já tinha armas irregularmente. O número subiu ano a ano, até atingir pico de 36,8 mil licenças em 2015.

Também preocupa especialistas o número crescente de registros concedidos pelo Exército a atiradores esportivos. Mudanças nas normas de obtenção e transporte dos equipamentos atraíram milhares de interessados em obter arma e que encontravam dificuldade de obter a liberação via PF.

Para o diretor executivo do Instituto Sou da Paz, Ivan Marques, esse fenômeno está ligado à onda de descrença da população, com a escalada da violência urbana. “Em situações estáveis, onde o Estado funciona, as pessoas não veem necessidade de ter arma, até porque ela contribui para que a violência aumente”, diz. “É um mito que a arma de fogo é um bom instrumento de defesa.” O risco, para especialistas, é que a facilitação da posse eleve ainda a circulação de armas ilegais.

Portal Terra.com.br

Fátima Bezerra anuncia Pedro Lopes para Controladoria Geral do RN

A governadora eleita Fátima Bezerra oficializou na tarde deste sábado (29) o nome do auditor fiscal Pedro Lopes de Araújo Neto para a Controladoria Geral do Estado (Control). Além da função no Tesouro Estadual, Pedro também é professor do departamento de contabilidade da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

“Escolhemos um profissional com experiência e que tem relevantes serviços prestados ao serviço público para esta que será uma área estratégica do nosso governo”, explicou Fátima sobre a escolha.

Pedro Lopes se disse “honrado em participar da equipe que trabalhará a recuperação das finanças do estado”. “Vamos atuar na gestão política voltada ao crescimento econômico e social do nosso Rio Grande do Norte. Podem contar com minha integral dedicação nessa nobre missão”, falou o auditor.

Perfil

Pedro Lopes de Araújo Neto é auditor Fiscal do Estado do Rio Grande do Norte e professor do Departamento de Contabilidade da UFRN. Ele é mestre pelo Programa Multi-institucional de Pós Graduação em Contabilidade UnB, UFRN e UFPB e foi membro efetivo do Conselho Estadual de Previdência Social do IPERN de 2012 a 2016. Pedro Lopes também foi presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais do RN de 2013 a 2017 e é atual diretor parlamentar da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital.

Secretários já anunciados

  • Francisco Canindé de Araújo Silva – secretário de Segurança Pública e da Defesa Social;
  • Arméli Brennand – secretária de Justiça e Cidadania;
  • Alarico José Pessoa Azevedo Júnior – Comandante Geral da Polícia Militar do RN;
  • Ana Cláudia Saraiva Gomes – Delegada Geral de Polícia Civil;
  • Cipriano Maia de Vasconcelos – secretário de Saúde;
  • Luiz Monteiro – Comandante do Corpo de Bombeiros Militar;
  • Getúlio Marques – secretário de Educação;
  • Arméli Brennand – secretária de Mulheres, Cidadania e Direitos Humanos;
  • Carlos Eduardo Xavier – secretário de Tributação;
  • Crispiniano Neto para – presidente da Fundação José Augusto;
  • Alexandre Lima – secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar;
  • Luiz Antônio Marinho – Procurador Geral do Estado;
  • Íris Oliveira – secretária do Trabalho, Habitação e Assistência Social;
  • Roberto Sérgio Linhares – diretor presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN;
  • Guilherme Saldanha – secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca.
  • José Aldemir Freire – secretário de Planejamento e Finanças
  • Jaime Calado – secretário de Desenvolvimento Econômico
  • Guia Dantas – secretária de Comunicação
  • Virgínia Ferreira – secretária de Administração
  • Ana Maria Costa – secretária de Turismo e presidente da Emprotur
  • Fernando Mineiro – secretário de Gestão de Projetos e Articulação Institucional
  • Raimundo Alves – secretário do Gabinete Civil
  • Leonlene Aguiar – diretor-presidente do Idema
  • Gustavo Rosado Coelho – secretário de Infraestrutura
  • Pedro Lopes de Araújo Neto – controlador geral do estado

G1.RN

Rua Professora Maria Lucia dos Santos, Nº 41 no Centro comercial de Angicos.

Contatos: 3531 – 2409/9 94041 – 7087/ 9 9996 – 4805.

Organização: Chagas Loló e Família!

%d blogueiros gostam disto: