Competência comprovada: “Naldinho” é reconduzido pela quarta vez à presidência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Angicos

img_20161031_094424280

Não é a toa que as pessoas costumam dizer que “quando fulano ou sicrano é competente o povo reconhece”. Esse adágio popular cai como uma luva para o atual Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadora Rurais de Angicos (STTR) Ivanaldo Rogério da Cunha Ferreira, o popular “Naldinho”.  

Na manhã desta segunda feira, dia 31 de outubro, a redação do nosso blog fez uma visita de cortesia a “Naldinho”, que, como sempre fez nos recebeu como extrema gentileza e delicadeza.

Na conversa que tivemos com o representante máximo da entidade que defende os interesses dos trabalhadores rurais do nosso município ele (Naldinho) que foi reconduzido recentemente em eleição com chapa única pela quarta vez a presidência da entidade disse que a vontade de trabalhar em prol do homem do campo em nosso município buscando sempre dentro da lei reivindicar os direitos dos trabalhadores rurais continua a mesma de quando assumiu pela primeira vez a direção deste órgão tal importante.

“Naldinho” nos relatou que mediante a crise política e econômica que país enfrenta, além é claro e principalmente de 4 anos seguidos de seca refletem diretamente nos rendimentos do homem do campo, e, por consequência na escassez de investimentos por partes dos órgãos governamentais.,

O gestor rural nos disse ainda que espera que o Presidente Michel Temer que assumiu recentemente a  gestão do Brasil venha a investir mais no homem do campo e que olhe com mais carinho pelo nordeste e principalmente pelo semiárido nordestino que sofre mais com a escassez de investimentos federais.

Naldinho nos disse ainda que pretende manter um bom dialogo com a nova gestão do Advogado Deusdete Gomes que assumirá em janeiro de 2017 os destinos do município de Angicos, sempre procurando reivindicar os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de forma a manter um bom relacionamento com o futuro prefeito de Angicos como manteve até hoje com as gestões que ele já passou enquanto Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras rurais de Angicos.

Agradecemos ao Presidente “Naldinho” pela acolhida a nossa reportagem, outros assuntos foram abordados em nossa conversa, no entanto, por serem de cunho de opiniões pessoal tanto dele (Naldinho) quantos nossas (Blog Angicos News) não é pertinente comentarmos nesta matéria. Só queremos dizer que foi uma manhã muito proveitosa ao lado de uma pessoa simples e esclarecida.

Na manhã do último sábado, dia 22 foi realizada uma simples cerimônia de posse da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Angicos na sede da própria instituição que fica localizada a Rua São José, no Centro de nossa cidade para um mandato de mais 4 anos, ficando assim composta:

Presidente: Ivanaldo Rogério Cunha Ferreira (“Naldinho”)

Vice- Presidente: Francisco Ferreira da Cunha (“Chico de Dôra”)

Tesoureiro: Almir Medeiros

Secretária: Micarla Vanessa.               

Secretaria Municipal de Saúde de Angicos dará inicio nesta terça feira (1º) a campanha “Novembro Azul”

novembro-azul-620x350

Depois de realizar a campanha “Outubro Rosa” com muito êxito  direcionada as mulheres angicanas no que tange a ações  preventivas contra o câncer de mama, a secretaria municipal de saúde vai dar inicio nesta terça feira , dia 1º, a campanha “Novembro Azul”.

Desta feita a campanha que percorrerá todo o mês de novembro será direcionada ao público masculino, onde serão desenvolvidas ações de combate ao câncer de próstata, que, atualmente se apresenta com um dos tipos da patologia que mais mata homens no Brasil.

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde de Angicos a Senhora Jocilene Ovídio Martins Chimbinha as ações preventivas referentes ao Novembro Azul em Angicos serão desenvolvidas pelas equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de cada bairro de nossa cidade.

A abertura oficial da campanha esta prevista para acontecer nos próximos dias tendo em vista a gestão municipal de saúde está preparando a realização do evento onde todos os homens angicanos como também os profissionais de saúde serão convidados a participar. 

O fracasso do PT no segundo turno das Eleições 2016

pt_e_o_fim

O PT foi esmagado no segundo turno. Foi derrotado nas sete cidades que disputou prefeitura.

Santo André (SP), uma das cidades do Grande ABC onde o Partido dos Trabalhadores mais tinha força, o candidato do PT à reeleição Carlos Grana foi tratorizado pelo concorrente do PSDB Paulo Serra que teve quase 80% dos votos.

Em Anápolis (GO) a disputa foi pau a pau. O candidato petista João Gomes que tinha vencido no primeiro turno acabou com 48,77% dos votos contra 51,23% de Roberto do Orion do PTB.

A outra cidade que o PT tinha vencido no primeiro turno era Santa Maria (RS). Por menos de 250 votos em uma das disputas mais parelhas desta eleição, o candidato do partido Valdeci Oliveira perdeu para Pozzobom do PSDB.

Em Mauá, mais uma cidade grande de São Paulo, o candidato do PT Donisete Braga viu o concorrente do PSB Atila Jacomussi levar a eleição com mais de 64% dos votos.

Juiz de Fora (MG) elegeu Bruno Siqueira, do PMDB, que deixou a petista Margarida Salomão para trás com 15% a mais de votos que ela.

Recife era a única capital que o PT disputava. Ali João Paulo tinha sido prefeito em 2000 e 2004, mas hoje acabou derrotado para Geraldo Júlio do PSB que se reelegeu.

Berço político do Lula, São Bernardo do Campo (SP) agora está nas mãos do PSDB que levou a prefeitura com Orlando Morando, aliado de Geraldo Alckmin. Por lá o PT não chegou nem ao segundo turno.

Em Vitória da Conquista e o candidato do PT Zé Raimundo também perdeu para Herzen Gusmão, do PMDB.

Fonte: Blog do Noblat.

Atenção motoristas: Multas de trânsito vão ficar mais caras em todo o país a partir desta terça (1º)

multas

As multas de trânsito ficarão mais caras no país a partir desta terça-feira (1º). Esse é o primeiro reajuste no preço das infrações em 16 anos. As mudanças são o resultado de uma lei sancionada pela então presidente Dilma Rousseff (PT), em maio.

Além do aumento nos valores, a legislação fará outras mudanças no CTB (Código de Trânsito Brasileiro). As infrações de natureza leve são as que sofrerão maior reajuste. O valor passará dos atuais R$ 53,20 para R$ 88,38, uma correção de 66% (veja quadro ao lado). Já as multas consideradas gravíssimas, hoje R$ 191,54, passarão para R$ 293,47 –um crescimento de 53%.

Dirigir ao celular deixará de ser uma infração média e passará a ser gravíssima. Essa é uma das infrações mais comuns em São Paulo –de janeiro a julho de 2016 foram quase 300 mil aplicadas.

Estacionar irregularmente em vaga de idosos ou de pessoas com deficiência, antes grave, e se recusar a fazer o teste do bafômetro, que não era infração, também passam a ser gravíssimas.

Atingir 20 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) também terá consequências mais graves. O tempo de suspensão do direito de dirigir será maior: o mínimo, que hoje é de um mês, passará a ser de seis meses.

O veículo de um motorista pego sem CNH ou com o documento cassado não será mais apreendido. O carro passará a ser retido pelos agentes de trânsito até que alguém habilitado vá buscá-lo. Agora, todo o valor arrecadado com as infrações deverá ser exposto na internet.

Eleições 2016: Confira os prefeitos eleitos nas 18 capitais com segundo turno

08

Após a realização do segundo turno das eleições municipais neste domingo, dia 30, em 18 capitais do país o resultado final foi o seguinte: 

Vitória-ES: Luciano Rezende (PPS)

Curitiba-PR: Rafael Greca (PMN)

Porto Alegre-RS: Nelson Marchezan Junior (PSDB)

Rio de Janeiro-RJ: Marcelo Crivella (PRB)

Belém-PA: Zenaldo Coutinho (PSDB)

Campo Grande-MS: Marquinhos Trad (PSD)

Macapá-AP: Clécio (Rede)

Florianópolis-SC: Gean Loureiro (PMDB)

Cuiabá-MT: Emanuel Pinheiro (PMDB)

Goiânia-GO: Iris Rezende (PMDB)

Aracaju-SE: Edvaldo Nogueira (PCdoB)

Belo Horizonte-MG: Kalil (PHS)

Fortaleza-CE: Roberto Claudio (PDT)

Porto Velho-RO: Dr Hildon (PSDB)

Manaus-AM: Artur Neto (PSDB)

Recife-PE: Geraldo Julio (PSB)

São Luís-MA: Edivaldo Holanda Júnior (PDT)

Maceió-AL: Rui Palmeira (AL)

Gilmar Mendes: Abstenção e nulos mostram distanciamento entre eleitor e políticos

img_8778-e1477873959754

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, disse hoje (30) que os altos índices de abstenção e de votos nulos registrados no segundo turno da eleição no Rio de Janeiro – acima da média nacional – representam uma “espécie de distanciamento entre o eleitor e os políticos”.

Em entrevista coletiva para comentar os números finais da eleição deste domingo, Mendes também disse que a ocupação de escolas que seriam usadas como locais de votação “tumultuou o processo eleitoral”.

Em todo o país, 25,8 milhões de eleitores (78,45%) compareceram às urnas, de um total de 32,9 milhões que estavam aptos a votar. Ou seja, cerca de 7 milhões não votaram, levando a uma abstenção de 21,55% neste segundo turno.

14 prefeitos são reeleitos nas capitais do país; 5 perdem eleição

reeleitos

Dos 19 prefeitos que tentaram a reeleição em capitais do país nas eleições de 2016, 14 garantiram a vitória e conseguirão permanecer no cargo por mais quatro anos a partir de 2017. Já 5 não foram reeleitos. Do total, sete prefeitos já tinham ganhado as eleições no primeiro turno. Todos os sete que concorreram no segundo turno ganharam a disputa.

Veja a lista completa:

Prefeitos reeleitos
– Luciano Cartaxo (PSD), em João Pessoa (PB)
– Carlos Eduardo (PDT), em Natal (RN)
– Amastha (PSB), em Palmas (TO)
– ACM Neto (DEM), em Salvador (BA)
– Teresa (PMDB), em Boa Vista (RR)
– Firmino Filho (PSDB), em Teresina (PI)
– Marcus Alexandre (PT), Rio Branco (AC)
– Zenaldo Coutinho (PSDB), Belém (PA)
– Roberto Claudio (PDT), Fortaleza (CE)
– Clécio (REDE), em Macapá (AP)
– Artur Neto (PSDB), em Manaus (AM)
– Luciano (PPS), em Vitória (ES)
– Geraldo Julio (PSB), em Recife (PE)
– Rui Palmeira (PSDB), em Maceió (AL)

Prefeitos não reeleitos
– Alcides Bernal (PP), em Campo Grande (MS)
– Gustavo Fruet (PDT), em Curitiba (PR)
– Dr. Mauro (PSB), em Porto Velho (RO)
– João Alves (DEM), em Aracaju (SE)
– Fernando Haddad (PT), em São Paulo (SP)

Em Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB) é reeleito prefeito

2out2016-o-candidato-a-prefeitura-pelo-psdb-zenaldo-coutinho-chega-para-votar-em-belem-pa-neste-domingo-2-1477158496508_615x300

Zenaldo Coutinho (PSDB) foi reeleito neste domingo (30) prefeito de Belém (PA), vencendo o adversário Edmilson Rodrigues (PSOL) no segundo turno das eleições municipais. A eleição do candidato tucano mantém no poder o mesmo grupo político que governa o Pará há 20 anos e a Prefeitura de Belém há 12 anos. Com 97,93% das urnas apuradas, Zenaldo tinha 52,2% dos votos contra 47,8% de Edmilson.

Ainda não é garantido, porém, que o tucano poderá ser empossado e completar seu próximo mandato. 

No último dia 19, Zenaldo foi multado e punido com a cassação do registro de suacandidatura  pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará. Ele foi acusado de usar a estrutura pública para fazer propaganda de si mesmo fora do período permitido por lei, após uma série de publicações feitas no perfil do Facebook da prefeitura. O tucano recorreu e pode continuar na campanha. 

Agora reeleito, há dúvidas se poderá assumir. Advogados consultados se dividem sobre o tema. Para alguns juristas, Zenaldo pode assumir normalmente e governar até que haja uma decisão final, quando o processo for julgado em última instância, pelo Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília. Para outros, o tucano só poderia assumir em 1º de janeiro se, antes dessa data, um julgamento em segunda instância mudasse a decisão inicial.

Geraldo Julio, do PSB, é reeleito prefeito do Recife

d0d8064ceac3a5f722306bcdb2261f3c

Geraldo Julio, PSB, foi reeleito neste domingo prefeito do Recife para os próximos quatro anos. O resultado saiu às 18h39, com 89% das urnas apuradas. Com 89% das urnas apuradas, Geraldo Julio tinha 470.866, o que representa 61,15% dos votos válidos. O vice-prefeito segue sendo Luciano Siqueira (PCdoB).

Geraldo Julio nasceu em 19 de março de 1971, no Recife. Formado em administração, é casado e tem três filhos. Ingressou no Tribunal de Contas do Estado em 1992, por meio de concurso público. Em 2000 e 2001 foi diretor de planejamento da Secretaria de Administração da Prefeitura do Recife.

Edivaldo (PDT) vence disputa para Prefeitura de São Luís

2xs6u1gxq4_4vfidar1qs_file

O candidato Edivaldo Holanda Júnior (PDT) venceu a disputa para a prefeitura de São Luís, com 53,8% dos votos válidos, não podendo mais ser alcançado pelo adversário, Eduardo Braide (PMN), que ficou com 46,20% dos votos válidos. Até agora foram apuradas 92,78% das urnas.

O empresário Edivaldo Holanda Júnior tem 38 anos, é o atual prefeito de São Luís. Antes de chegar ao Executivo municipal, em 2012, Holanda Júnior foi vereador por São Luís de 2005 a 2010.

Foi reeleito em 2008 e se afastou do cargo para concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados. Elege-se, então, deputado federal com 104.015 votos, o mais votado na cidade de São Luís.

Edvaldo Nogueira (PCdoB) derrota Valadares Filho (PSB) nas urnas no 2º turno em Aracaju (SE)

9p0hbev59f_24rdywhjw3_file

Edvaldo Filho (PCdoB) venceu Valadares Filho (PSB) no 2º turno das Eleições 2016 e foi eleito o novo prefeito de Aracaju (SE) neste domingo (30). Com 98,48% das urnas apuradas, o socialista conquistou 52,01% dos votos válidos, contra 47,99% do candidato do PSB.

Os votos brancos somaram 2,66% do total, enquanto os nulos totalizaram 10,17%. O TSE informou ainda que a abstenção na capital sergipana foi de 18,95%.

Nascido em Pão de Açúcar, em Alagoas, Edvaldo Nogueira tem 51 anos. Em 2000, compôs a chapa de Marcelo Déda para a prefeitura da cidade, conquistando a eleição.

Dr. Hildon (PSDB) é escolhido prefeito em Porto Velho (RO)

hildonovo-490x194

O candidato do PSDB Dr. Hildon derrotou Léo Morais (PDT) nas urnas e foi eleito neste domingo (30) o novo prefeito de Porto Velho (RO).

Com 92,80% das urnas apuradas, o tucano conquistou 65,42% dos votos válidos, enquanto Léo Morais (PTB) somou 34,58% do total, de acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Dr. Hildon é empresário, tem 48 anos, e concorria pela coligação Juntos por uma Porto Velho melhor. Edgar do Boi, do PSDC, concorre a vice-prefeito.

Artur Neto é reeleito prefeito de Manaus

candidato-artur-virgilio-neto-psdb_acrima20120930_0016_15

O atual prefeito de Manaus (AM), Artur Virgilho Neto (PSDB), foi reeleito para comandar a capital amazonense por mais quatro anos. Neto venceu a disputa para a prefeitura com 56,18% dos votos válidos. Marcelo Ramos (PR) ficou em segundo lugar, com 43,82% dos votos válidos. Até agora foram apurados 91,66% das urnas, mas Neto já está matematicamente eleito.

Candidato do PSDB, Artur Neto tem 70 anos, nasceu em Manaus e é o atual prefeito da cidade. Nacionalmente, é mais conhecido como Artur Virgílio, sobrenome herdado do avô. Foi deputado federal pela primeira vez em 1983, começando uma longa história no Congresso Nacional. Após o primeiro mandato, voltou à Câmara em 1995, onde cumpriu dois mandatos consecutivos. Lá, tornou-se um dos líderes do governo Fernando Henrique Cardoso e chegou a ocupar o cargo de ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Após deixar a Câmara, foi eleito senador. Deixou uma Casa Legislativa no dia 31 de janeiro de 2003 e assumiu na outra do dia seguinte. No Senado, tornou-se um dos principais líderes da oposição ao governo Lula.

Chegou a se candidatar ao governo do Amazonas duas vezes, em 1986 e 2006, mas foi derrotado em ambas. Seu mandato de senador terminou em janeiro de 2011. Tentou a reeleição no pleito de 2010, mas perdeu para Eduardo Braga (PMDB) e Vanessa Grazziotin (PCdoB). Diplomata de carreira, voltou ao Itamaraty em 2011. Em 2012, foi eleito prefeito de Manaus em nova disputa com Vanessa Grazziotin, da qual saiu vitorioso e agora tenta a reeleição.

Clécio Luís se reelege prefeito de Macapá

5ouq50av8z_9jp7f9uk61_file

O candidato Clécio Luís (Rede) venceu a disputa para a prefeitura de Macapá, com 60,37% dos votos válidos. Gilvam Borges (PMDB) ficou em segundo lugar, com 39,63% dos votos válidos. Até agora, foram apurados 94,81% das urnas.

Atual prefeito de Macapá, Clécio Luís, 44 anos, é natural de Belém (PA), mas mudou-se para a capital amapaense ainda jovem. Formou-se em geografia na Universidade Federal do Amapá e, no começo dos anos 1980, iniciou a trajetória política. Foi líder comunitário e militante do movimento sindical e, em 1998, foi secretário estadual de Educação do Amapá.

Clécio foi candidato do PSOL à prefeitura de Macapá, em 2012, e venceu a eleição contra o então prefeito da cidade Roberto Góes, do PDT. Em 2016, deixou o PSOL e filiou-se à Rede.

Emanuel Pinheiro (PMDB) é eleito prefeito de Cuiabá (MT)

2f7y9yq5bw_18jnz1ou20_file

Emanuel Pinheiro (PMDB) foi eleito prefeito de Cuiabá (MT) com 60,4% dos votos. O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) ficou com 39,5% dos votos.

A diferença de votos foi de cerca de 50 mil votos. Nulos foram 11% e brancos cerca de 4%. 

Da coligação “Um novo prefeito para uma nova Cuiabá”, outro que está com mandato em curso na Assembleia Legislativa do estado é o deputado Emanuel Pinheiro. O peemedebista já disputou o comando do Executivo local em 2000 e tenta pela segunda vez assumir o cargo de prefeito. O candidato é natural de Cuiabá, tem 51 anos, e é advogado. Emanuel Pinheiro foi duas vezes vereador por Cuiabá e está no quarto mandato de deputado estadual. Foi presidente da comissão permanente do Poder Legislativo e secretário municipal de Trânsito e Transportes Urbanos (SMTU) de Cuiabá. Pinheiro faz chapa com o candidato a vice-prefeito Niuan Ribeiro (PTB). No primeiro turno dessas eleições, o candidato obteve 98.051 votos, o que representa 34,15% dos votos válidos.

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB), eleito em 2014, é atual líder do governo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Formado em Direito pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), o candidato tem 55 anos e é natural de Dracena, São Paulo. Concorre pela coligação Dante de Oliveira, que reúne doze partidos. Seu vice é Leonardo de Oliveira, do PSB. Wilson exerceu mandato de prefeito de Cuiabá de 2005 a 2010 e já foi também vereador e deputado federal. No primeiro turno dessas eleições, o candidato obteve 81.531 votos, o que representa 28,40% dos votos válidos.

Roberto Cláudio é reeleito prefeito de Fortaleza

robertooo

Roberto Cláudio, do PDT, foi reeleito neste domingo (30) prefeito de Fortaleza para o segundo mandato. (veja a apuração completa)

Roberto Cláudio se candidatou a reeleição à Prefeitura de Fortaleza com o deputado federal Moroni Torgan (DEM) como candidato a vice. Roberto Cláudio reuniu o maior número de partidos na coligação “Fortaleza Só Tem a Ganhar”, com 18 siglas no total (PDT – PP – DEM – PEN – PSC – PSDC – PRTB – PTC – PPS – PTN – PPL – PSL – PV – PTB – PSD – PROS – PMB – PCdoB). Ele teve apoio dos Ferreira Gomes, Cid e Ciro.

No segundo turno, os embates e as trocas de acusações entre os candidatos se intensificaram. Entre os pontos mais discutidos estiveram a distribuição de medicamentos nos postos de Fortaleza, a possibilidade de armar a Guarda Municipal, passe livre estudantil, a qualidade da merenda escolar, e a discussão entre Uber e taxistas.

Durante este domingo, Roberto Cláudio acompanhou a apuração em casa e depois seguiu para o comitê da campanha, no Bairro Cocó.

Ex-Presidente do Atlético Mineiro Alexandre Kalil (PHS) é eleito prefeito de Belo Horizonte

voto_alexandre_kalil

Alexandre Kalil (PHS) é eleito prefeito de Belo Horizonte, neste domingo (30). O resultado foi confirmado com 97% das urnas apuradas, quando o candidato alcançou 53,31% dos votos. Ele derrotou o candidato João Leite (PSDB), que disputava pela terceira vez a eleição na capital mineira. Veja o resultado da apuração.

Alexandre Kalil tem 57 anos e é empresário. Ele foi presidente do Atlético-MG. Na política, Kalil vai para a primeira candidatura. Em 2014, ele chegou a ser pré-candidato a deputado estadual, mas desistiu do pleito.

Iris Rezende, do PMDB, é eleito o prefeito de Goiânia

iris

Iris Rezende (PMDB) foi eleito o novo prefeito de Goiânia neste domingo (30). Com 92% das urnas apuradas, ele recebeu 56,80% dos votos válidos, vencendo o seu oponente, Vanderlan(PSB), que obteve 43,20% dos votos. O peemedebista representa a Coligação Experiência e Confiança (PMDB, PRP, DEM, PDT, PRTB e PTC).

Iris Rezende tem 82 anos e nasceu em Cristianópolis, na região sul de Goiás. Em 1949, mudou-se com a família para Goiânia, onde começou sua militância política ainda na adolescência. Formou-se em direito na Universidade Federal de Goiás (UFG) e, um ano depois, em 1959, foi eleito vereador. Na época, o candidato com maior número de votos e mais jovem da história da capital, aos 25. Em 1962, foi eleito deputado estadual e, em 1965, assumiu a Prefeitura de Goiânia, mas foi cassado pela ditadura militar antes que o seu mandato chegasse ao fim.

2º turno pelo Brasil: Marcelo Crivella é eleito prefeito do Rio de Janeiro

rj-crivella-vota

Marcelo Crivella (PRB) foi eleito neste domingo (30) prefeito do Rio para os próximos quatro anos. O candidato superou Marcelo Freixo (PSOL) no segundo turno (veja a apuração completa e a apuração por zona eleitoral).

A vitória de Crivella foi definida às 18h32, horário de Brasília, com 92% dos votos apurados. Naquele momento, ele tinha 59,16% dos votos apurados e não podia mais ser alcançado por Freixo.

A vitória marca a quebra do domínio do PMDB na capital fluminense, após oito anos do governo de Eduardo Paes, que não conseguiu eleger Pedro Paulo seu sucessor.

2º turno pelo Brasil:Nelson Marchezan Jr. (PSDB) é eleito o novo prefeito de Porto Alegre

cwc3b0wwgayjeit

Nelson Marchezan Jr., do PSDB, venceu a disputa pela Prefeitura de Porto Alegre no segundo turno das eleições realizadas neste domingo (30). Com 90% das urnas apuradas, o novo prefeito obteve 361.573 votos, o equivalente a 59,98% do total. Marchezan disputava a eleição contra o atual vice-prefeito, Sebastião Melo (PMDB), que ficou com 241.215 votos, 40,02% do total.

No primeiro turno, o candidato tucano obteve 213.646 votos, o equivalente a 29,84%, e o peemedebista ficou com 185.655, o correspondente a 25,93% dos votos. Porto Alegre tem 1.472.482 habitantes e 1.098.515 estavam aptos a votar.

“Todos que quiserem ajudar a governar pelo interesse público estão convocados. Não há nenhuma rejeição partidária, sindical, ideológica. Queremos fazer o que funciona, que funcione rápido, porque a cidade precisa”, disse o prefeito eleito à Rádio Gaúcha pouco depois de saber do resultado.

O segundo turno de Porto Alegre ficou marcado por alguns acontecimentos violentos que geraram, inclusive, pedidos de providências da Polícia Federal no pleito por parte dos dois candidatos. O comitê de campanha de Nelson Marchezan teve vidraças quebradas na Capital. Coordenadores chegaram a atribuir o fato a um tiroteio, mas o inquérito da Polícia Federal concluiu que a destruição foi consequência do tempo chuvoso naquela noite.

Plínio Zalewski, um dos coordenadores da campanha de Sebastião Melo foi encontrado morto no banheiro da sede do partido na tarde do dia 17. A polícia já descartou a possibilidade de crime eleitoral, mas o inquérito ainda segue. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio.

Nelson Marchezan Júnior é o candidato do PSDB. Carrega o nome de um político marcante na história gaúcha, o ex-deputado estadual e federal Nelson Marchezan. De alguma forma, a política sempre fez parte da vida do tucano, já que, quando nasceu, o pai tinha 15 anos de uma trajetória que se estenderia até o início de 2002, quando morreu vítima de um infarto.

No mesmo ano, Marchezan Júnior concorreria pela primeira vez em uma eleição. Eleito deputado federal, não assumiu a cadeira devido a uma decisão da Justiça Eleitoral, por falta de comprovação da filiação partidária.

Foi eleito deputado estadual em 2006. Em 2010 voltou a concorrer a deputado federal, e atualmente ocupa o segundo mandato em Brasília.