Ministério Público do RN deflagra 3ª fase da operação Dama de Espadas

MPRN deflagra 3ª fase da operação Dama de EspadasO Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (25) a operação Croupier, que investiga o desvio de R$ 2.118.591,52 da Assembleia Legislativa potiguar.

A ação é desdobramento da operação Dama de Espadas, que também apurou fraudes na ALRN.

A operação Croupier investiga os crimes de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa, falsificação de documento público e uso de documento falso cometidos entre os anos de 2006 e 2015. Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão.

A ação contou com a participação de 14 promotores de Justiça, 19 servidores do MPRN e ainda 30 policiais militares.

A ação também tem o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Assecom – MPRN;

Deputado Federal Benes leocádio visita lideranças que apoiaram sua candidatura em Angicos!

76ea2755-4f54-4318-9218-bf92e2d8a42aO Deputado Federal Benes Leocádio do PTC esteve na noite desta segunda-feira, dia 24 de junho visitando a cidade de Angicos, e mais especificamente, as lideranças politicas que o apoiou na sua candidatura vitoriosa no ano passado quando fora candidato a deputado federal e vindo a se eleger como o mais votado do Rio Grande do Norte obtendo mais de 125 mil votos.

Em Angicos Benes também conseguiu um feito inédito, foi o deputado federal mais votado da história politica da cidade obtendo um quantitativo de mais de 3 mil sufrágios. 

O encontro com o deputado federal Benes aconteceu na residência do Vereador Marcos Antonio de Macedo, o popular “Marcos Loló” e contou ainda com as presenças do vereador Jalmir Dantas junto a sua esposa Cinara Dantas e seu filho jalmir Filho, do ex-vereador Junior de Chicola, e do colega radialista Antonio Flávio, o popular “Toinho de Quinca”. 

Sempre muito atencioso e solicito para com a imprensa local o registro foi feito e enviado a nossa redação pelo vereador Marcos Loló. Segundo Loló o deputado Benes veio até Angicos como forma de deixar sempre presente a sua marca de apoio irrestrito ao povo angicano através de projetos na Câmara dos Deputados em Brasilia por intermédio das lideranças politicas angicanas que o apoiou como forma de reconhecimento da confiança do eleitorado de Angicos em seu nome.

UERN convoca aprovados em quarta chamada do SiSU 2019

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PROEG/UERN) publica Edital de convocação em quarta chamada do Sistema de Seleção Unificada (SiSU 2019) para realização do Cadastro Institucional e Matrícula Curricular.

Os candidatos aprovados e convocados para ocupação das vagas remanescentes (constantes no Anexo I do Edital) deverão realizar o Cadastro Institucional na secretaria do curso para o qual foi aprovado, nos dias 27 e 28 de junho de 2019, nos horários descritos no Anexo III.

O candidato convocado na cota destinada a pessoa com deficiência deverá ser previamente submetido à avaliação da junta multiprofissional da UERN, devendo apresentar-se no dia 27 de junho, no horário das 18h30 às 19h, no prédio da Faculdade de Ciências da Saúde (FACS/UERN).

Conforme o Edital, a matrícula curricular deverá ser realizada pelo servidor da faculdade em que o candidato foi aprovado, após a efetivação do Cadastro Institucional.

O Baratão da Construção em Angicos: Aqui tem preço baixo de torar!

Sem títuloTudo o que você procura na hora de construir ou reformar você encontra no Baratão da Construção com os melhores preços e as melhores condições de pagamento do mercado!

O BARATÃO DA CONSTRUÇÃO BATE O PREÇO DA CONCORRÊNCIA. TRAGA O SEU ORÇAMENTO QUE BAIXAMOS O VALOR AINDA MAIS!!!

Localizado a Rua Vereador José Alves no Bairro Alto da Esperança! 

DROGARIA ANGICANA vai comemorar 2º aniversário com MEGA FESTIVAL DE PRÊMIOS dia 3 de agosto

A Drogaria Angicana vai celebrar o seu 2º ano de fundação, e quem vai ganhar o presente é você amigo cliente. A farmácia mais completa da Região Central lança a promoção: “PROMOÇÃO ANIVERSÁRIO DROGARIA ANGICANA”.

Como concorre??? A cada 30 reais em compras na Drogaria Angicana, você recebe uma cartela e vai concorrer a 4 valiosos brindes: Uma geladeira, um micro-ondas, uma TV Led 32 polegadas e UM MIL REAIS em dinheiro! E no intervalo de cada chamada serão sorteados mais 10 brindes extras!

O festival de prêmios será realizado no dia 3 de agosto às 16h em frente à Drogaria Angicana, na Rua Vereador José Alves no Bairro Alto da Esperança.

Agora, é só comprar, ganhar sua cartela e participar festival de prêmios em comemoração ao segundo  aniversário da Drogaria Angicana. CORRA! Quanto mais você COMPRAR, MAIOR É A CHANCE DE GANHAR.

Maia diz que Câmara deve seguir Senado e derrubar decreto de armas

Agência Estado

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a Câmara deverá votar nesta semana o projeto de decreto legislativo que derruba os decretos de posse e porte de armas editados pelo presidente Jair Bolsonaro. De acordo com Maia, os deputados devem seguir a mesma decisão do Senado e aprovar a derrubada.

O presidente da Câmara afirma que, com a derrubada de todo o decreto, os pontos que são constitucionais do texto de Bolsonaro precisarão ser definidos por meio de lei. “E o Senado deve ter essa iniciativa ainda nesta semana”, afirmou Maia, que disse também que a discussão sobre o tema está sendo feita em conjunto com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Os pontos que devem ser tratados pelo Congresso são: o dos colecionadores, atiradores desportivos e caçadores, e o da posse rural. Este segundo quesito, de acordo com Maia, deve manter a posse de arma para toda a propriedade rural, não apenas a sede.

“Acho que esses dois temas têm consenso para votar. Assim a gente atende o que é constitucional e que fique claro que o que não for constitucional não é nem correto que o Congresso aceite. Então devemos caminhar com isso, sob a liderança do presidente do Senado, para aprovar por lei o que é constitucional e derrubar o que estava ferindo as normas legais brasileiras”, disse.

ÓTICA CABUGI EM ANGICOS: CUIDANDO PARA VOCÊ TER UMA VISÃO PERFEITA!

A Ótica Cabugi comunica aos clientes que realiza exames de vista a cada 30 dias com um oftalmologista conceituado, com consultas computadorizadas e exames de fundo de olho. E na compra do seu óculos de grau a consulta é grátis.

MARQUE AGORA MESMO A SUA CONSULTA NA ÓTICA CABUGI PELO TELEFONE OU WHATSAPP 9 9203 – 6550 OU EM NOSSO ENDEREÇO: Estamos localizados na Rua Valdomiro Teonácio Bezerra ao lado da Rodoviária no centro comercial de Angicos.

Em Angicos, peças e manutenção para o seu carro é na GF AUTO CENTER!

08354b31-0647-4fc9-9142-8a97795b7440Além de todos esses serviços oferecemos ainda aos clientes um Scanner de última geração. O Scanner automotivo é um aparelho que recebe e impulsiona, em tempo real, todos os parâmetros operacionais de injeção eletrônica do veículo, com a função de detectar e corrigir eventuais falhas no sistema.

86e2d06d-2433-47f9-8878-19ccd14b3eb5Trabalhamos com mão de obra especializada, são mecânicos com larga experiência em todos os tipos de veículos .

44588043-39f0-4b60-8684-21545176ad1f

IMG_20190218_082020

IMG_20190218_082541

Temos também aparelho ultra moderno para a limpeza de bicos do seu carro.

Sigam a nossa loja no Instagram no endereço @gfautocenterangicos e fique por dentro das nossas novidades em pecas e serviços.

eeb484fd-b1ca-4ef4-a9d4-f7267429e97a

“Dar fuzil a alguém pode ser normal no Iraque, que vive em guerra”, diz Styvenson

O senador potiguar Styvenson Valetim (Podemos) criticou o decreto do presidente Jair Bolsonaro que facilita o porte de armas. O texto foi derrubado no plenário do Senado na última terça-feira, 18.

O parlamentar argumentou, durante o programa “Manhã Agora”, da rádio Agora FM, que não é contrário ao texto em si, mas à forma como ele foi apresentado. O senador, que também é oficial da Polícia Militar, contudo, diz ser contra o aumento do calibre permitido no texto, bem como da redução dos exames para obtenção do porte.

Mudanças no decreto das armas

“O presidente saiu do Palácio do Planalto e levou em mãos um projeto de lei que modificava o Código de Trânsito Brasileiro, que já está sendo muito ventilado e discutido dentro do Senado e da Câmara. Segundo a Constituição, ele pode fazer essas mudanças que ele quer fazer, por uma lei federal. Isso não aconteceu com o caso do decreto [das armas], que é uma lei também, a lei 10.826 de 2003. Houve, querendo ou não, no decreto, muitas modificações em vários itens e critérios. Ele modificou muito o Estatuto do Desarmamento. Uma delas foi no artigo sexto do Estatuto do Desarmamento, que fala sobre a limitação ou proibição do porte de armas no território nacional. Uma das mudanças foi sobre isso. Ele [presidente Bolsonaro] modificou esse artigo e deu porte para pessoas, aliás, para categorias. Existiam categorias dentro da lei que poderiam em ocasiões utilizar arma de fogo sem o critério da efetiva necessidade. Essa obrigatoriedade da necessidade foi retirada pelo decreto”.

Críticas ao Estatuto

“Minhas críticas são à forma que foi colocado, não ao conteúdo. Com relação ao conteúdo, todo o decreto poderia ser transformado em projeto de lei. Até tem um em andamento na Câmara [dos Deputados], mas cabe ao parlamentar e até ao próprio presidente usar sua influência para que ande rápido o projeto. Tenho vários exemplos em quatro meses do que é ver um projeto andar rápido. Eu fui relator do projeto de lei complementar (PLC) 37, da nova política de drogas, que estava parado há seis anos no Senado. Em 2010 saiu da Câmara. Em 2013, chegou no Senado e ficou parado recebendo mais de 20 emendas, congelado. Quando foi dada a oportunidade ao senador Major Olímpio (PSL/SP) para ele relatar, ele recusou. Chegou a mim esta oportunidade, e eu acreditei no projeto. De fato, essa foi uma vantagem de estar em muitos projetos. Fui relator em várias comissões, e isso torna mais fácil. Acabo dominando o assunto desde a primeira comissão e vou dominando em outras comissões temáticas do Senado até chegar em plenário. E quando chega lá, já está tudo resolvido, pois já tinha esgotado todas as discussões durante as outras comissões. Não sou contra o Estatuto do Desarmamento. Nunca fui contra dar esse direito às pessoas. Sou contra critérios que o decreto retirou. O teste psicológico periódico foi retirado. Ficou apenas o teste de mira. O teste médico que ficou não é claro o que desejam. Foi retirada também a ‘efetiva necessidade’ e colocou o risco da profissão no decreto. Não estou sendo contra o povo. Jurei obedecer a Constituição desde que assumi”.

Pressa na aprovação

“Entendo o que o presidente Jair Bolsonaro quer com o decreto: é pressa e vontade de querer fazer. Talvez, com o projeto de lei, fosse lento. Entendo também as pessoas. Elas têm pressa na aquisição e nessa modificação no Estatuto do Desarmamento. O presidente utiliza e utilizou das redes sociais para obter a votação que desejava. Se eu tivesse uma oportunidade de falar com presidente hoje, eu o diria para pegarmos o decreto e transformá-lo em projeto de lei e o pediria para solicitar urgência através das redes sociais, solicitar urgência para o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), para o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), e pedir prioridade nas tramitações e comissões”.

Disputas entre executivo e legislativo

“Vamos dividir as coisas. Fui contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro. Estamos falando de uma formalidade legal constitucional. Faz parte das atribuições do presidente, das atribuições do parlamento… Alterações de lei não são feitas por decreto. Decretos regulamentam. O parlamento não pode exorbitar o poder do presidente ou de Justiça. São três poderes independentes. A discussão naquele momento era sobre a forma. Mas alguns colegas senadores sobem em tribuna para fazer discursos ideológicos. Aproveitam o momento para inflamar a população”.

Permissões do Estatuto

“Cada senador em comissões oferece uma emenda ao projeto de lei. Não gosto no Estatuto do Desarmamento, mas, por exemplo, (com o decreto) armas de calibres maiores sairiam do uso restrito para o permitido. Aumentaram o calibre e aumentaram o número de munições de 50 unidades para cinco mil. Se é razoável ou não uma pessoa ter cinco mil munições, a discussão ainda não chegou neste ponto. A discussão sempre foi que o decreto mudou a lei que já existe, e isso é inconstitucional. O Estatuto do Desarmamento inclui agentes públicos ativos e inativos da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Anteriormente, os portes dos agentes eram restritos apenas para operacionais, quem trabalhava em operações. A flexibilização do decreto inclui qualquer funcionário dela. Agentes públicos da administração penitenciária anteriormente só era liberado para quem fazia guarda prisional. Nós estamos discutindo leis. Eu acho meritório que todo mundo que tenha prática, capacidade psicológica e médica, que também passem por periódicos exames toxicológicos”.

Porte de armas

“Não sou contra dar o direito do porte de armas. Tem que ter critérios, cautela, restrições e cuidado. Dar um fuzil para alguém pode ser normal no Iraque ou em Israel, que vivem em guerra. Não é pelo fato de o vagabundo ter um fuzil que eu tenho que ter também. Vagabundos vivem à margem da lei. Eles não respeitam nada e, se ofender um cidadão de bem, tem que ser preso para ser reeducado e reintegrado à sociedade. Se atirar na polícia, eu como policial sei o que faço. O policial não precisa temer suas garantias, que estão presentes no Código Penal”.

Quebra da promessa

“As pessoas acreditam que eu falhei porque quebrei uma promessa. Não quebrei nenhuma promessa. Estamos discutindo o decreto das armas, não o direito de ter ou não. Este direito, discutiremos nas comissões com projetos de lei, colocando emendas. Não posso colocar emendas no decreto”.

Opinião pública

“Não sei mais quem usa drogas nesse país. Parece que todo mundo está sob efeito de algo. Ninguém quer mais ouvir; nem ler nem entender. A intolerância neste país é muito grande. Usam redes sociais para agredir, denigrir e chacotear. Respeito a opinião pública, respeito que o cargo do senador é da população do Rio Grande do Norte, nunca será de ninguém que não seja a população. Existe um limite na sua opinião, o limite é a ofensa e a ameaça”.

Defesa da polícia militar

 Nunca fui a favor de bandido. Quero que eles sejam presos e levem bala. Sou policial militar. Estou no Congresso e defendo todos os dias nas comissões. Analiso sempre a previdência pela população, mas nunca deixei de lado os policiais. Nunca fui contra a polícia e cumpri minha missão da maneira mais limpa possível”.

Portal Agora RN;

Em Angicos, Drogaria de farmacêutico para a sua família é a DROGARIA GARCIA!

412ed3d2-9ec5-4c1a-a015-44633d3ae56f

Na Drogaria Garcia você encontra medicamentos éticos e genéricos com os melhores preços e condições de pagamento.

Oferecemos os serviços de pagamento dos papeis de água (Caern) e de luz (Cosern), recargas de aparelhos celulares de todas as operadoras.

E tem mais: Em parceria com o Ministério da Saúde, a Drogaria Garcia oferece medicamentos gratuitos para quem faz tratamento para hipertensão, diabetes e asma. E até 90% de desconto em outros medicamentos e fraldas geriátricas. Faça-nos uma visita. Para ser beneficiado com o programa, o cidadão deve apresentar a receita médica ( com validade de 180 dias), documento oficial com foto e CPF.

Estamos localizados na Rua Aristófanes Fernandes em frente ao Clube Municipal de Angicos no Bairro Alto do Triângulo. 

LOLÓ PEÇAS E ACESSÓRIOS EM ANGICOS: Há 20 anos buscando soluções para o seu veículo!

A loja Loló Peças e Acessórios esta localizada no centro de Angicos, na Rua Joaquim Bernardo. Ela atende ao público em geral de Angicos e região.

A Loló Peças tem tudo em peças, baterias, lubrificantes, acessórios e produtos em geral para todos os tipos de veículos.

Todos os produtos vendidos na loja têm muita qualidade e garantia. Os funcionários estão sempre fazendo o melhor para atender a clientela e proporcionar atendimento moderno e ágil.

A novidade da loja é que, caso a peça do seu veículo não tenha no estoque, o seu pedido será feito rapidamente e em tempo ágil será entregue.

A Loló Peças e Acessórios tem oficina própria, moderna e eficiente com mecânicos qualificados e maquinas modernas para os variados tipos de reparos e serviços.

Alinhamentos, balanceamentos, limpeza de radiadores, troca de óleo e filtros, estão entre os muitos serviços à sua disposição.

Venha para a Loló Peças e Acessórios, se preferir ligue: (84) 3531-2409, 9 9996-4805.

Supremo adia julgamento sobre suspeição de Sergio Moro no caso Lula

Agência Estado

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu que não vai devolver para julgamento nesta terça-feira, 25, o processo que trata da suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça Sérgio Moro no processo que levou à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no caso do triplex do Guarujá. Com isso, a Segunda Turma da Corte só deve analisar o tema após o recesso do Judiciário, a partir de agosto.

O jornal O Estado de S. Paulo apurou que o ministro decidiu tomar esta decisão após a presidente da Turma, ministra Cármen Lúcia, colocar o julgamento do habeas corpus como 12.º item da pauta. Assim, mesmo que o pedido de vista de Gilmar fosse devolvido, não daria tempo de o caso ser analisado amanhã.

O fato de envolver um réu preso, o que geralmente dá caráter de urgência à análise do habeas corpus, não obriga o Supremo a julgar o tema o quanto antes. Ministros consultados pelo Estado observam que Lula já foi condenado em segundo grau.

O voto decisivo do julgamento deve ficar na mãos do ministro Celso de Mello, decando da Corte.

A defesa do petista acusa o ex-juiz da Lava Jato de ‘parcialidade’ e de agir com ‘motivação política’ ao condená-lo no caso do triplex. Os defensores pediram para que o julgamento seja mantido o julgamento para esta terça, 25.

“Alguns dizem que ao anular meu processo estarão anulando todas as decisões da Lava Jato, o que é uma grande mentira pois na Justiça cada caso é um caso”, afirmou Lula, em carta endereçada ao ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim.

Atletas angicanos se destacam em torneio internacional de Jiu-jistu disputado em Fortaleza

73d91c33-010a-4bc2-b539-ec63666b7e77 (1)

684cc4d1-4f25-4463-9c88-c6a871d4425b

a4648612-cdc9-401a-81c9-c6d1c0afe41cTrês atletas angicanos que fazem parte da Academia kimura do professor Mazinho em Angicos se destacaram e conquistaram medalhas de campeões e vice de suas respectivas categorias no torneio internacional de jiu-jitsu de nome Fortaleza Internacional Open de Jiu-jitsu disputado na capital do estado Ceará. 

Os atletas Alex Maruim, Wesley da Silva foram campeões e Patrick Cunha foi vice pelas em suas categorias, segundo informações que foram repassadas ao nosso blog pelo Professor Mazinho da Academia Kimura de Jiu-jitsu de Angicos. 

O professor Mazinho em nome dos três atletas agradece a Prefeitura de Angicos e a todos os patrocinadores da iniciativa privada que incentivaram e acreditaram nos potencial dos atletas angicanos de jiu-jitsu. 

Seleção Feminina perde da França por 2 a 1 e dá adeus ao Mundial

Agência Brasil

O Brasil foi derrotado pela França por 2 a 1 na prorrogação e deu adeus à Copa do Mundo de Futebol Feminino. Na partida realizada no estádio Océane, em Le Havre, a equipe brasileira lutou muito e teve sua melhor atuação na competição, mas não foi o suficiente para ultrapassar as oitavas de final.

Já a França, que contou com o apoio de sua torcida, espera agora o vencedor de Espanha e Estados Unidos para saber qual será o seu próximo adversário na busca pelo inédito título na Copa do Mundo.

O jogo
A França começou muito bem. Tomando a iniciativa da partida e criando chances claras, enquanto o Brasil encontrava dificuldades de sair jogando, optando por lançamentos longos.

Mas a primeira chance clara é do Brasil. Aos 8 minutos, Marta recebe, se livra de duas adversárias e chuta ao lado do gol da França.

Dois minutos depois, a França consegue uma boa oportunidade, em cobrança ensaiada de falta de Henry. A meia chuta forte, por cima do gol.

A França continuou pressionando. E aos 22 minutos, Diani avança pela direita e cruza da linha de fundo. Bárbara sai mal e Gauvin consegue escorar de ombro para o fundo do gol. De início, a árbitra confirma o gol. Mas o VAR (árbitro de vídeo) sinaliza que há um toque de mão ilegal de Gauvin. E, após uma longa parada, o gol é anulado.

Após o gol anulado, o Brasil melhora e consegue boas chances. Aos 42 minutos, Cristiane avança pela esquerda e chuta com violência para a goleira Bouhaddi escorar para fora.

Mas a partida é aberta e no final do tempo regulamentar a França tem ótima oportunidade com Majri, que chuta forte para fora após passe de Bussaglia.

Gols no 2º tempo
O segundo tempo começa com as duas equipes partindo em busca da vitória. Um jogo emocionante.

E aos 6 minutos, Diani recebe bola na direita, deixa Tamires para trás e cruza rasteiro da linha de fundo para Gauvin, que bate de primeira para abrir o marcador.

Porém, o Brasil não se entregou. Três minutos após o gol francês, o Brasil tem chance clara. Marta cobra falta para Cristiane, que acerta a bola no travessão do gol de Bouhaddi.

E a equipe brasileira conseguiu chegar ao empate aos 18 minutos. Debinha avançou pela esquerda e cruzou para Cristiane, mas Renard corta a bola, que sobra para Thaísa, que chega chutando cruzado para vencer Bouhaddi. Após consulta ao VAR, a árbitra confirma o gol brasileiro.

O Brasil continua pressionando as francesas. E aos 29 minutos, Debinha rouba bola de Mbock, na saída de bola, e chuta com perigo da entrada da área. Mas Bouhaddi consegue defender com segurança.

Aos 39 minutos, Cristiane puxa contra-ataque perigoso, mas é parada com falta de Diani. Andressinha vai para cobrança. Chuta muito forte para defesa segura de Bouhaddi.

Dois minutos depois, Cristiane lança Tamires livre. E a meia brasileira chuta para o fundo do gol da França. Mas a árbitra assinala, com correção, impedimento do ataque do Brasil. Gol anulado.

Mas o jogo permanece empatado até o final do tempo regulamentar. E com isto a partida vai para a prorrogação.

No primeiro tempo extra, tanto Brasil como França realizam um jogo franco, com chances claras de marcar dos dois lados. Mas o placar permanece em 1 a 1.

Contudo, na segunda etapa do tempo extra, a França consegue tirar a igualdade do marcador. Com menos de um minuto, Majri levanta bola na área brasileira e Henry aparece livre para finalizar de primeira e fazer 2 a 1.

Com a desvantagem no marcador, a equipe brasileira avança e oferece espaços para a França, que aproveita para contra-atacar.

Em um destes lances, Diani avança livre pela direita e chuta cruzado para boa defesa para a goleira Bárbara. Já o Brasil pouco conseguia produzir.

Até que o tempo extra chega ao fim, marcando o ponto final da participação brasileira na Copa do Mundo de 2019.

Vazamentos: Mensagens sugerem articulação para proteger Moro e evitar tensão com STF

Agência Estado

O jornal Folha de São Paulo, em parceria com o site The Intercept Brasil, publicou neste domingo, 23, novas mensagens atribuídas ao ministro da Justiça, Sérgio Moro (ex-juiz federal), e o procurador da República Deltan Dallagnol, da Operação Lava Jato em Curitiba. Os diálogos, segundo os veículos, sugerem que, em 2016, membros da força-tarefa do Ministério Público Federal se articularam para proteger Sérgio Moro e evitar tensões com o Supremo Tribunal Federal (STF).

A reportagem aponta que o tema central das mensagens eram documentos da empreiteira Odebrecht que haviam sido anexados, sem sigilo, pela Polícia Federal a um processo da Lava Jato em 22 de março de 2016. Fazia parte do material uma ‘superplanilha’ com nomes de políticos associados a pagamentos da empreiteira.

De acordo com os veículos, na ocasião, Moro reclamou da Polícia Federal com o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa. “Tremenda bola nas costas da Pf”, teria escrito o então juiz, no Telegram. “E vai parecer afronta.”

O jornal e o site relatam que o então magistrado informou a Deltan que mandaria ao Tribunal ao menos um dos inquéritos em andamento em Curitiba, cujo alvo era o ex-marqueteiro de campanhas do PT João Santana. A publicação narra que o procurador contou a Moro que havia procurado a Procuradoria-Geral da República e lhe sugeriu que enviasse outro inquérito ligado à empreiteira.

Segundo a reportagem, Deltan afirmou ao então juiz que não tinha havido má-fé da PF na divulgação dos documentos. “Continua sendo lambança”, aponta mensagem atribuída a Moro. “Não pode cometer esse tipo de erro agora.”

Em seguida, relatam os veículos, o coordenador da Lava Jato teria encorajado Moro e lhe prometido apoio incondicional. “Saiba não só que a imensa maioria da sociedade está com Vc, mas que nós faremos tudo o que for necessário para defender Vc de injustas acusações.”

As publicações narram que Moro afirmou que temia pressões para que sua atuação fosse examinada pelo Conselho Nacional de Justiça e disse a Deltan que enviaria para a Corte máxima os três principais processos que envolviam a Odebrecht, inclusive os que a força-tarefa tinha sugerido manter em Curitiba.

Em resposta, segundo os veículos, Deltan afirmou ao juiz que falaria com o representante do Ministério Público Federal no CNJ e sugeriu que tentaria apressar uma das denúncias que a força-tarefa estava preparando. A medida, de acordo com a reportagem, permitiria que o caso fosse encaminhado ao Supremo já com os acusados e crimes definidos na denúncia.

Em nota enviada ao jornal, o ministro afirmou que ‘não confirma a autenticidade de mensagens obtidas de forma criminosa e que podem ter sido editadas ou adulteradas total ou parcialmente’.

“Repudia ainda a divulgação de suposta mensagem com o intuito único de gerar animosidade com movimento político que sempre respeitou e que teve papel cívico importante no apoio ao combate à corrupção”, informa a nota. “A invasão criminosa de celulares de autoridades públicas é objeto de investigação pela Polícia Federal.”

Neste domingo, 23, o ministro Sérgio Moro publicou uma mensagem em seu Twitter sem citar a reportagem: “Um pouco de cultura. Do latim, direto de Horácio, parturiunt montes, nascetur ridiculus mus (A montanha pariu um rato).”

Na semana passada, a força-tarefa da Lava Jato afirmou que ‘seus membros foram vítimas de ação criminosa de um hacker que praticou os mais graves ataques à atividade do Ministério Público, à vida privada e à segurança de seus integrantes’.

“A ação vil do hacker invadiu telefones e aplicativos de procuradores da Lava Jato usados para comunicação privada e no interesse do trabalho, tendo havido ainda a subtração de identidade de alguns de seus integrantes. Não se sabe exatamente ainda a extensão da invasão, mas se sabe que foram obtidas cópias de mensagens e arquivos trocados em relações privadas e de trabalho”, apontou a nota.

“Dentre as informações ilegalmente copiadas, possivelmente estão documentos e dados sobre estratégias e investigações em andamento e sobre rotinas pessoais e de segurança dos integrantes da força-tarefa e de suas famílias. Há a tranquilidade de que os dados eventualmente obtidos refletem uma atividade desenvolvida com pleno respeito à legalidade e de forma técnica e imparcial, em mais de cinco anos de Operação.”

Arraiá do Educandário Padre Félix em Angicos foi sucesso mais uma vez!

A exemplo de anos anteriores o Arraiá do Educandário Padre Félix em Angicos foi mais um sucesso de público, de atrações e apresentações culturais ligadas as festividades juninas.

O evento junino da escola que atua em Angicos no meio privado junto aos níveis de ensino infantil e fundamental menor e maior aconteceu na última sexta-feira, dia 21 de junho.

Numa bela estrutura armada no clube municipal os alunos apresentaram suas coreografias juninas e tivemos ainda o show musical com o forró pé de serra do artista angicano Francinildo Lobato.   

A nossa reportagem traz nesse momento os belos registro fotográficos do Arraiá do Educandário Padre Félix em Angicos captados pela poderosa lente do nosso fotógrafo parceiro PARAÍBA FOTOGRAFIAS.  

FOTOS: PARAÍBA FOTOGRAFIAS!

%d blogueiros gostam disto: